segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

MORTES ABALAM JACAREACANGA

JACAREACANGA - Não bastasse o tragico acidente   que vitimou tres pessoas no perímetro compreendido entre Sol Nascente e Km 180 na Transamazônica,  a população de Jacareacanga fica mais triste com as mortes por causas naturais dos senhores Ambrósio e Velhote.
Velhote, pessoa de fino trato pertencente a velha guarda do alto Tapajós faleceu na cidade de Santarém acometido por fortes dores abdominais. Foi garimpeiro, comerciante e recentemente mudou seu domicilio para a Pérola do Tapajós onde apostava em desfrutar de uma vida melhor com sua esposa. Comprou naquela cidade uma casa e um veiculo e matinalmente fazia o trajeto entre o mercado municipal e sua residencia para alem de efetuar suas compras arejar a mente como dizia. Mesmo na árdua atividade de garimpeiro exercida na região conseguiu formar os filhos que eram orgulhos para si e sua esposa. 

Ambrosío, figura benquista e folclórica do municipio, atraia em rodas sociais muitas pessoas que se deleitavam com seus contos e intórias como diria o Cacique Biboy . Foi um destacado delegado nomeado nos áureos tempos da corrida do ouro no  Vale do Tapajós. Ambrósio que foi delegado como disse nomeado, mesmo nos tempos modernos em que vivemos viu quase de tudo em Jacareacanga, somente não teve o prazer de ver um delegado de carreira, isso por omissão de nossos governadores que sequer criaram no municipio a Policia Judiciaria, que tanta falta faz.

Aos familiares dos ilustres amigos de Jacareacanga elevados às mansões celestiais, nosso mais profundo pesar.
----
A trajetoria de Ambrosio neste plano merece ser contada à posteridade, e cuidando disso me interessei por sua historia e estava rascunhando sua biografia para publicação, e eis que ele apronta essa! Tive até breves encontros com essa figura que me enchia de alegria com suas narrativas e peripécias.

3 comentários:

Anônimo disse...

Oi Walter também faleceu um outro ex garimpeiro que trabalhou muito tempo no cuiu cuiu mais conhecido como Mulato. Faleceu em Santarém de para da cardiaca no sabado e o corpo foi levado para Jacareacanga.

Valfredo Marques Jr. disse...

Bom dia Tértulino, fico triste ao abrir o seu respeitado blog e me deparo com a notícia da morte de nosso amigo Ambrosio, foi contemporâneo de meu pai e obviamente amigo de toda minha família, aproveito seu conceituado espaço para estender o pesar a todos os familiares, parente e aos amigos do velho e folclorico Ambrósio. Que Deus o receba em paz!

Jos disse...

Conheci Ambrósio desde quando era guri. Junto com meu pai, ele foi um dos primeiros moradores de Jacareacanga, quando a Fundação Brasil Central instalou acampamento de operários nessa localidade. Ele foi padeiro, garimpeiro e delegado calças curtas,depois de ter cometido homicídio no garimpo e cumprido pena na cadeia de Itaituba.