sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Alenquer: MP investiga uso de máquinas públicas em posto de irmão do prefeito

Junior Ribeiro

 

O Ministério Público Estadual continua investigando o atual prefeito de Alenquer, Josino Alves Filho (PP), sobre a denúncia de utilização de máquinas públicas para construção de um posto de combustível particular. A instauração do inquérito civil ocorreu em abril de 2018. Para o MP, a ação configura como crime de improbidade administrativa. A denúncia aponta que o prefeito permitiu a utilização de máquinas pertencentes ao poder público municipal, na construção do Posto de Combustível “Tio Josino”, empresa Alves Josino e Cota LTDA-ME, sediado no município, cujo sócio proprietário é o irmão dele.

VEJA O DOCUMENTO!

Conforme mostra o documento, na época, Josino Alves ocupava o cargo de Vice-Prefeito, e se utilizou do seu cargo para beneficiar seu grupo familiar. Atualmente Alves ocupa definitivamente o cargo de prefeito em decorrência da cassação do titular, Juraci Estevam. Na tentativa de ocultar o crime praticado, os irmãos Alves resolveram baixar a inscrição empresa junto ao Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas da Receita Federal do Brasil, e constituíram nova empresa em nome de terceiros.

ACOMPANHE!


ASSASSINARAM O PORTUGUÊS!

-QUE CULTURA!

                                   





     

                                                                                  O Cruzamento de Paulo Freire com a    Pátria Educadora Rubra, deu isso aí! 

FRASE

GLOBO NEWS
GLOBO NEWS EM PAUTA

Eliane: Bolsonaro não é o candidato favorito para 2022, é o único’

Cuidado com essa aproximação!!!


Procurado por matar mulher em 2009 no Pará é preso em Curitiba por outro crime

JUSTIÇA

 sexta-feira, 14/08/2020, 18:50 - Atualizado em 14/08/2020, 18:50 -  Autor: DOL

 

Um homem  que era procurado por matar uma mulher na Grande Belém, no ano de 2009, foi preso no mês de abril deste ano, na cidade de Curitiba, no Paraná, após se envolver em outro delito. Uma audiência de instrução e julgamento foi realizada, nesta quinta-feira (13), por videoconferência, com a 4ª Vara Penal da Comarca de Ananindeua. 

De acordo com informações do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Raimundo Araújo da Cruz era considerado foragido desde 2009 e tinha mandado de prisão expedido pela unidade judiciária do Pará por homicídio qualificado contra mulher.

A 4ª Vara Penal de Ananindeua, que tem competência para processar e julgar crimes de violências contra a mulher e contra crianças e adolescentes, realizou a audiência por videoconferência, em razão da pandemia da Covid-19.

A sessão no Pará foi presidida pelo juiz titular Emanoel Jorge Dias Mouta, da 4ª Vara Penal de Ananindeua, além de contar com a presença: do acusado, que estava no estabelecimento penal de Curitiba; de sua defesa, o advogado Carlos Sudário da Silva; e da promotora de Justiça, Andressa Ávila. 

Na audiência de instrução por videoconferência foram ouvidas quatro testemunha, e, além de Raimundo, também foi feito o interrogatório, por videoconferência, da acusada Francinete de Oliveira Pimentel, que responde o processo em liberdade e, atualmente, reside no Estado do Paraná. 

A defesa teve a oportunidade de entrevista reservada com os acusados, sem a participação dos demais na sala online.

As informações são do Tribunal de Justiça do Estado do Pará.

Criança estuprada pelo tio aguarda autorização judicial para abortar

vioLÊNCIA SEXUAL

 sexta-feira, 14/08/2020, 20:13 - Atualizado em 14/08/2020, 20:13 -  Autor: Com informações Último Segundo IG

No Brasil, o aborto só é permitido quando há risco de vida para a gestante ou quando é fruto de estupro. Neste caso, a criança está acobertada pelos dois tipos. 

No Brasil, o aborto só é permitido quando há risco de vida para a gestante ou quando é fruto de estupro. Neste caso, a criança está acobertada pelos dois tipos. | Divulgação/iStock

Uma menina de 10 anos foi estuprada pelo próprio tio, no Espírito Santo e, após a confirmação da gravidez, a justiça ainda analisa a possibilidade de interromper a gestação, que já está no terceiro mês.

De acordo com o jornal A Gazeta, a secretária municipal de assistência social informou que a decisão não depende só de autorização médica, mas também de um posicionamento judiciário. "Não pode tomar nenhuma decisão precipitada pela vida da criança", afirmou Marinalva Broedel.

Criminoso dá "golpe de voadora" em casal para roubar motocicleta

Apesar de ser criminalizado no Brasil, o aborto só é permitido quando há risco de vida para a gestante e quando é fruto de estupro. Neste caso, a criança está acobertada pelos dois tipos.

Assassinado a tiros por dupla em motocicleta em Belém

A menina era abusada pelo tio desde os seis anos de idade, hoje está em um abrigo público, onde recebe suporte psicológico para lidar com o trauma.

O tio está foragido desde a última terça-feira (12), quando foi indiciado pela polícia. Contra ele consta um mandado de prisão em aberto.


Leia a edição completa grátis


quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Operação Verde Brasil 2 completa três meses de atuação na Amazônia

Eles atuam no combate a crimes ambientais e contra focos de incêndio

Amazônia

A Operação Verde Brasil 2 completa hoje (11) três meses de atuação preventiva e repressiva contra delitos ambientais, direcionada ao desmatamento ilegal e a focos de incêndio na Amazônia Legal.

Como forma de combater crimes ambientais, desde o início da Verde Brasil 2, integrantes das Forças Armadas, integrados com agentes de órgãos ambientais, executam inspeções navais, terrestres, vistorias e revistas em embarcações, além do combate a focos de incêndio”, informou o Ministério da Defesa.

No domingo (9), segundo a pasta, militares do Comando Conjunto Norte combateram novos focos de incêndio na extensão da Serra Sul, região da Floresta Nacional Carajás, na localidade de Canaã dos Carajás (PA).

Em seguida, o comando prosseguiu com inspeção em rios da Região Amazônica, abrangendo cidades dos estados do Amazonas, do Acre, de Roraima e de Rondônia. As atividades consistiram na abordagem e revista de 126 embarcações, sendo que 19 delas foram autuadas e dez apreendidas.

Ainda de acordo com o ministério, militares apoiaram também ações de fiscalização feitas por agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e da Força Nacional de Segurança Pública. Eles atuaram contra crimes ambientais e no levantamento de áreas com queimadas na localidade de Querência (MT).

Resultados

Segundo a pasta, desde a deflagração da Operação Verde Brasil 2, em maio, militares e agentes de órgãos parceiros realizaram 20,1 mil inspeções navais e terrestres, vistorias e revistas em embarcações, das quais 458 foram apreendidas.

Nos postos de bloqueio e controle de estradas, foram retidos 177 veículos por irregularidades. Também foi confiscado volume superior a 28,1 mil metros cúbicos de madeira ilegal e 553 máquinas de serraria móvel, tratores, maquinário de mineração, balsas, dragas e acessórios foram apreendidos.

Até o momento, mais de R$ 407,2 milhões foram aplicados em multas e termos de infração.

OAB denuncia tortura de detentos em presídio de Redenção, no Pará

Quatro dos 15 presos que teriam sido torturados já prestaram depoimento para a Polícia Civil.

OAB denuncia tortura de detentos em presídio de Redenção, no Pará

Por G1 PA — Belém

12/08/2020 10h43  Atualizado há um dia

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) - Seção Pará denuncia a tortura de detentos no presídio de Redenção, no sul do estado. Quatro dos 15 presos que teriam sido torturados já prestaram depoimento para a Polícia Civil. A OAB informou que vai acompanhar o depoimento de todos os presos.

O presidente da OAB na cidade, Marcelo Mendanha, acionou o Ministério Público do Estado (MPPA), que por meio da Promotoria de Justiça, compareceu no presídio para apurar o caso e constatou sinais de tortura nos presos. Um boletim de ocorrências foi registrado pela OAB.

"O delegado plantonista e superintendente procedeu a oitiva de quatro detentos, que foram submetidos a tortura, apuração de tortura. O delegado vai proceder a oitiva dos demais detentos, são outros 11, inicialmente identificados pelo promotor de justiça que fez a inspeção do presídio", informou o representante da OAB.

Segundo o advogado Marcelo Mendanha, os relatos são de agressões dos detentos que vieram de Belém, que foram os mesmos acusados de participarem da rebelião que ocorreu ano passado em Redenção. Segundo a OAB, os presos foram recebidos com agressões pelos agentes, que teriam usado algemas e cassetetes.

"Isso foi tudo constatado por exame de corpo de delito e também imagens registradas pelo próprio membro do Ministério Público", afirmou ainda Mendanha.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou por repudia qualquer ato de tortura e maus-tratos. Por meio de nota, a secretaria informou ainda que a Ordem dos Advogados do Brasil ou qualquer outra autoridade não fez inspeção na unidade e que o Ministério Público local solicitou a diretor que 15 internos fizessem exames de corpo de delito.

Segundo a Seap, mesmo diante de denúncias infundadas de crime, o protocolo da secretaria é apresentar o preso o mais rápido possível para os exame de corpo delito. Havendo tortura, os culpados serão denunciados e, havendo calúnia, os responsáveis igualmente serão responsabilizados, informou a Seap.

terça-feira, 11 de agosto de 2020

ASSASSINARAM O PORTUGUÊS!

-QUE CULTURA!

                                   





     
O Cruzamento de Paulo Freire com a    Pátria Educadora Rubra, deu isso aí!

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

DESTRUIÇÃO, DESOLAÇÃO, DESESPERO, SUOR PERDIDO, E LAGRIMAS CAÍDAS - SÃO RAIMUNDO EM CHAMAS

Itaituba - Escavadeiras, tratores, motos, caminhões e pick-ups reduzidos à  cinzas e amontoados de ferros retorcidos,  trabalhadores em polvorosa em fuga da violência jamais vista a não ser nos velhos filmes  vespertinos de televisão contando a guerra do Vietinã,  foi o resultado da sanha selvagem dos integrantes da Operação Verde Brasil 2  na Comunidade Garimpeira de S. Raimundo realizada neste 10.08.2020.

Quantos pais de famílias ficarão desvinculados de um trabalho que produzia alimentos para as mesas de seus familiares?! Viverão de que mesmo?





sábado, 8 de agosto de 2020

100 mil mortes que fazem o Brasil chorar

 

sábado, 08/08/2020, 21:34 - Atualizado em 08/08/2020, 21:34 -  Autor: FolhaPress e DOL

Mais de 100 mil mortes foram ultrapassadas no Brasil em razão da pandemia do novo coronavírus. O país registrou 841 óbitos pela doença e 46.305 casos neste sábado (8). Oficialmente são 100.543 as pessoas vitimadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia e 3.013.100 infectados.

A média móvel busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão. A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete.

De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 990, o que mantém uma posição de estabilidade nos dados, embora com números elevados. É a primeira vez em mais de um mês que a média fica abaixo de 1.000.

COVID-19 CONTINUA MATANDO EM ITAITUBA

80% DA POPULAÇÃO DE ITAITUBA ABANDONOU O USO DA MÁSCARA DE PROTEÇÃO E A  TENDÊNCIA É NUMERO CRESCENTE DE PESSOAS CONTAMINADAS COM O VÍRUS E CONSEQUENTEMENTE ÓBITOS. 

 

O Boletim epidemiológico da Semsa, divulgado neste sábado (8), aponta que já são 95 óbitos pela covid-19 em Itaituba, 3 deles ocorreram nas últimas 24 horas.

Pelo menos 2 das mortes foram registradas no Hospital Regional do Tapajós (HRT), sendo Charlles Roberto, piloto de avião, e Adno Santos, empresário, ambas com enorme repercussão no município.

O Giro não obteve informações sobre a terceira morte até o momento.

Ainda segundo o boletim, 11 pessoas permanecem internadas. Os casos confirmados chegaram a 4.773 e o número de recuperados a 4.142. Boletim foi atualizado às 16h45.

Saiba o que acontece com o corpo quando se coloca gelo na nuca

Foto: Reprodução Internet


Publicado

 

em

 

A medicina tradicional chinesa diz que uma combinação do ponto Feng Fu e a terapia com gelo pode rejuvenescer todo o corpo. Segundo informações do site Incrívevl Club, estimular esta área com este método pode ajudá-lo a ter mais energia e, consequentemente, a ser mais saudável, e para isto, basta colocar um cubo de gelo no ponto Feng Fu todos os dias.

Aqui estão alguns dos benefícios deste procedimento, segundo msn.

Aqui, resumimos os muitos outros benefícios que você terá  com essa técnica simples:

1.Promove a digestão

2. Você não terá mais  resfriado

3. Você vai dormir melhor e mais

4. Ele irá melhorar sua respiração e o sistema cardiovascular se beneficiará com isso

5. Você terá menos dores de cabeça e menos intensa, menos dor nas articulações e dentes

6. Contra  infecções gastrointestinais

7. Em geral, seu corpo melhorará alguns transtornos neurológicos

8. Pode promover a redução da pressão arterial, bem como a artrite

9. Isso fortalecerá as defesas da tiróide

10. Não haverá mais asma

11. A celulite diminuirá

12. Isso ajuda em casos de desnutrição e obesidade

13. Ajuda a evitar o estresse, a depressão, a insônia

14. E em caso de impotência, de problemas para a glândula endócrina e de frigidez

Nós já sentiremos esses benefícios já a partir do 1º dia  !

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Sikêra Júnior é condenado a pagar R$ 300 mil à modelo transexual

"RAÇA DESGRAÇADA"

 sexta-feira, 07/08/2020, 17:36 - Atualizado em 07/08/2020, 17:35 -  Autor: Com informações do portal O Dia

O apresentador Sikêra Jr., que trabalha atualmente na RedeTV!, foi condenado a pagar R$ 300 mil à modelo trans Viviany Beleboni após chamá-la de "raça desgraçada". Sikêra fez a declaração enquanto exibia, em seu programa, uma imagem da modelo ao noticiar sobre um crime cometido por um casal de lésbicas. 

Ainda na decisão, o juiz determinou que a imagem da modelo seja retirada da reportagem publicada no Youtube. O apresentador ainda pode recorrer.

Beleboni ficou conhecida por representar Jesus Cristo crucificado em uma Parada do Orgulho LGBTQI+ no ano de 2015.

OPERAÇÃO NA FRONTEIRA DE MS PRENDE 23 AVIÕES USADOS POR TRAFICANTES

 Um dos aviões apreendidos hoje na Operação Cavok (Foto: Divulgação)

Policiais federais cumprem hoje mandados de busca, de prisão e de sequestro de bens de traficantes em MS e Goiás

Por Helio de Freitas, de Dourados | 06/08/2020 08:54 - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Pelo menos 23 aviões foram apreendidos nesta quinta-feira (6) na Operação Cavok, deflagrada pela Polícia Federal para desarticular a estrutura financeira das quadrilhas de traficantes de drogas presentes na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

Os mandados de prisão, de busca e apreensão e de confisco de bens, entre os quais fazendas na fronteira, foram expedidos pela 1ª Vara Federal em Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande e base das quadrilhas do narcotráfico.

Segundo a Superintendência da Polícia Federal, são pelo menos 110 policiais federais envolvidos na operação, que tem apoio do Saeg (Serviço Aéreo do Estado de Goiás), da Polícia Militar de Goiás e da Deco (Delegacia de Combate ao Crime Organizado), da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul.

Estão sendo cumpridos 21 mandados de busca e apreensão. Conforme a PF, também foram cumpridos dois mandados de prisão preventiva – um em Goiânia e outro em Ponta Porã, onde ainda foi efetuada prisão em flagrante por posse de arma.

Os mandados expedidos pela 1ª Vara Federal englobam ainda o sequestro de 23 aeronaves de pequeno porte, utilizadas pelo grupo para transporte de drogas produzidas em países vizinhos. Também foram confiscados três imóveis rurais e um apartamento de luxo, todos localizados em Goiás e avaliados em pelo menos 40 milhões de reais.

Segundo a PF, durante as investigações, no dia 24 de novembro do ano passado, a Nacional do Paraguai interceptou na região conhecida como Fortuna Guazú, a 45 km de Pedro Juan Caballero, uma aeronave transportando 130 kg de cocaína. O piloto conseguiu fugir. 

O Centro Integrado de Operações de Fronteira de Foz do Iguaçu (PR), Receita Federal do Brasil, por meio do Núcleo de Pesquisa e Investigação de Campo Grande, e Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), além da Polícia Nacional Paraguaia e do Ministério Público paraguaio, apoiam as investigações.

Segundo a PF, a sigla Cavok (Ceiling and Visibility OK) é utilizada no meio aeronáutico para definir boas condições de voo. Os investigados poderão ser indiciados por organização criminosa, tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e falsidade ideológica. As penas somadas podem superar os 40 anos de reclusão. 

Veja o vídeo de uma das fazendas sequestradas pela Justiça, localizada em Goiás:


 - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS


 - CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

OPERAÇÃO EM TERRAS INDÍGENAS MUNDURUKU CONTINUA - A ESTRATÉGIA DEU CERTO MAIS UMA VEZ - UM PASSO ATRAS PARA DEZ À FRENTE!

O Ministério da Defesa anunciou nesta sexta-feira (7) a retomada das ações de combate a crimes ambientais na terra indígena Munduruku, no Pará.

A interrupção foi anunciada nesta quinta(6), um dia após o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, ter visitado a região e ter sido alvo de protestos. O grupo que fez o ato chegou a impedir a decolagem de um avião e um helicóptero.

Na nota divulgada nesta sexta, o Ministério da Defesa informou que a suspensão das operações por um dia atendeu a pedidos dos próprios indígenas da região.

"O Ministério da Defesa (MD) informa que já foi autorizado, nesta sexta-feira (7/8), o reinício das operações nas terras indígenas Munduruku, no âmbito da Operação Verde Brasil 2. As operações haviam sido temporariamente suspensas, por um dia, na quinta-feira (6/8), atendendo à solicitação dos indígenas, para permitir avaliação de resultados e a realização de encontro de representantes dos indígenas com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), em Brasília", informou a pasta.
Ainda de acordo com o ministério, representantes dos indígenas Munduruku estiveram em Brasília e foram recebidos no Ministério do Meio Ambiente, onde "apresentaram seus pleitos e preocupações".

Explorar a riqueza da terra

Mais cedo, nesta sexta, o vice-presidente Hamilton Mourão comentou o assunto. Disse que "não adianta tapar o Sol com a peneira" porque os indígenas tem o "direito de explorar a riqueza que tem na terra dele".

"Eles sabem que tem ouro lá. Nós temos que parar de tapar o sol com a peneira e entender que o indígena tem que ter o direito de explorar a riqueza que tem na terra dele dentro dos ditames da nossa legislação. A partir daí, ele terá acesso às benfeitorias, ao progresso material da humanidade", afirmou Mourão.

Íntegra

Leia a íntegra da nota do Ministério da Defesa:

NOTA À IMPRENSA

O Ministério da Defesa (MD) informa que já foi autorizado, nesta sexta-feira (7/8), o reinício das operações nas terras indígenas Munduruku, no âmbito da Operação Verde Brasil 2.

As operações haviam sido temporariamente suspensas, por um dia, na quinta-feira (6/8), atendendo à solicitação dos indígenas, para permitir avaliação de resultados e a realização de encontro de representantes dos indígenas com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), em Brasília.
________
Remendo RP
Os carros pesados e militares do 53 BIS de Itaituba deslocados para Jacareacanga para reforço à operação ja estão mobilizados para apoio, bloqueando as vias de acesso para o aeroporto com os próprios caminhões de transporte de tropas e vigilância  permanente dos militares sobre os combustíveis para reabastecimento das aeronaves e helicópteros, proibindo todo transito  de pessoas nas imediações.