terça-feira, 22 de junho de 2021

APRENDEU DIREITO PARA FAZER ERRADO

Extraído do Blog Portal Buré do confrade e jornalista  Anderson Pantoja
HOMEM ACUSADO DE SE PASSAR POR ADVOGADO FOI DETIDO PELA POLICIA MILITAR DE JACAREACANGA
Diógenes Coutinho da Silva Cunha - Acusado de estar se passando por advogado

Foi descoberta uma farsa de um suposto advogado nessa terça-feira (22). A farsa foi descoberta por advogados que militam na cidade de Jacareacanga. O acusado é servidor da Prefeitura Municipal de Jacareacanga, e,  está sendo acusado de se  passar por advogado. Trata-se de Diógenes Coutinho da Silva Cunha, que é contratado como DAS 3, no cargo de Setor de Material e Patrimônio. Diógenes Coutinho, foi detido por policiais do 72º Pelotão de Policia Militar de Jacareacanga, e apresentado na delegacia de Polícia, onde foi registrado um Boletim de Ocorrência -  Nº 00102/2021.000240-7. O acusado, não consta no cadastro nacional da OAB


Um grupo de advogados que se sentiram prejudicados, já que ele, se passava por advogado e agia de má fé com as pessoas de Jacareacanga, informaram a polícia, a tal situação. Um dos advogados, informou que o acusado de ser falso advogado, buscava os clientes dos advogados de Jacareacanga, para o escritório do advogado conhecido por dr. Brandão, que segundo o acusado, os casos seriam resolvido em curto prazo de tempo.
Umas das provas contra o acusado de ser falso advogado/Diógenes sendo apresentado na delegacia de policia de Jacareacanga

Depois de acionada, policiais foram ao local onde foi informado que estaria o acusado, que segundo informações, estaria no momento da detenção, agindo como advogado. Durante a denuncias dos advogados de Jacareacanga, varias provas da ação do acusado de se passar por advogado, foram apresentadas, perante a autoridade policial.

Diógenes Coutinho, além de se apresentar como advogado, prometia resolver pendencias jurídicas das pessoas, inclusive do momento das manifestações dos indígenas no trevo do aeroporto, esteve no local junto com o prefeito de Jacareacanga, e se apresentou como advogado. O acusado disse para os policiais que trabalhava para um advogado conhecido por dr. Brandão. Já durante o depoimento, o acusado de ser falso advogado, informou que é sócio do dr. Brandão. 

Boletim de Ocorrência registrado contra o falso advogado

Segundo informações, algumas pessoas já tinham repassado dinheiro ao mesmo, para que resolvesse algumas pendências judiciais. Uma das pessoas, informou quando ele disse que teria um mandando contra ele, foi cobrado uma certa quantia, que foi negada. Outra situação informada, que o acusado de ser falso advogado, teria recebido uma certa quantia em dinheiro, para acompanhar o caso de um indígena preso na operação de PF em Jacareacanga.

Diógenes Coutinho, poderá responder pelos crimes de exercício ilegal da profissão e estelionato.
________________
REMENDO RASTILHO DE PÓLVORA

Vídeo  extraido da Internet
Sarcasmo, pouco caso, gozação, dos verdadeiros profissionais operadores do direito e da propria justiça - agindo como farsante... no estrito cumprimento da palavra (DIFICIL MESMO É SE TER INVEJA DE UM FARSANTE!



Cõmico se não fosse trágico nos dias atuais ainda existirem pessoas que no fim sempre se dão mal, querendo ser esperta atuando de Prima Donna sendo a ultima dançarina do espetáculo. Em Jacareacanga com a esclarecedora materia do Anderson Pantoja sobejamente demonstrado o EXERCICIO ILEGAL DA ADVOCACIA mostra  que o supramencionado  cidadão que deve estar levando para o municipio  a "Lei de Gerson" fazendo historia  com a Lei do mais forte. Demonstração inequivoca que no minimo quer tirar uma de espertalhão.
 
Deve com essa atitude ser instado pela justiça a se justificar da ação delituosa e vergonhosa cometida, ja que apresenta-se aos quatro ventos que é advogado. Alem de ter que  responder  judicialmente pela burrice travestida de esperteza que comete continuamente, deverá perder seu cargo  de assessor do Prefeito Valdo do Posto onde deveria  exercer o  cargo no Setor de Material e Patrimônio. Iludiu o Prefeito sim,  por fazê-lo acreditar que seria ADVOGADO, ja que o proprio prefeito o apresentou dessa forma tentando intermediar solução para o imbroglio que envolveu os indigenas há poucos dias., imagem assazmernte publicada na midia.


Servidor Publico da Prefeitura Municipal de Jacareacanga 


Se intitulando como Advogado, requerendo vistas de um processo!




Não há registro no Cadastro Nacional de Advogados de seu nome - comprovando  que não é advogado

PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DAS FLORES

A Ordem dos Advogados do Brasil, em Sergipe (OAB/SE), através do Tribunal de Ética e Disciplina, lançou uma campanha nas redes sociais para orientar sobre o exercício ilegal da advocacia. Entre os pontos abordados estão a consultoria prestada por bacharel e a atuação de advogado suspenso.
O exercício do Direito é atividade privativa, bem como a postulação em juízo e as atividades de consultoria, assessoria e direção jurídica. Por isso é ilegal qualquer prática desse caráter – que não esteja sendo praticada por aquele devidamente credenciado pela OAB.
É imprescindível que a classe esteja vigilante para impedir práticas que invadem competência exclusiva reservada à advocacia. A Seccional tem estado vigilante e atuante, havendo obtido, inclusive, decisões judiciais que implicaram em fechamento de empresas cujo objetivo era a prática de atos exclusivos da advocacia







Nenhum comentário: