sexta-feira, 7 de maio de 2021

A FALTA DE FISCALIZAÇÃO E IMPRUDÊNCIA SÃO AS MAIORES CAUSAS DOS ACIDENTES AÉREOS NO PARÁ

 whatsapp-image-2021-05-07-at-80238-am

A falta de fiscalização aérea nas regiões garimpeiras no Pará sempre teremos registros de acidente com vitimas, e no fim de noite da última quinta-feira, 06, mais um acidente foi registrado na região, dessa vez no  foi Sudeste paraense, onde uma aeronave caiu em um garimpo localizado entre os municípios de Itaituba e Novo Progresso. Além do piloto Ribamar Pinheiro Brandão, conhecido como Ribinha, a outra vítima foi identificada como Danilo Pombo, que seria piloto aprendiz.
whatsapp-image-2021-05-07-at-80237-am

Segundo testemunhas, Ribinha estaria orientando Danilo e o aprendiz começou a fazer voos rasantes (manobras realizadas em baixa altitude), até que acabou perdendo o controle da aeronave, que acabou caindo em área de pasto do garimpo, explodindo em seguida.

Essas atitudes irresponsáveis já se tornaram comum na região, prova disso na cidade de Itaituba já aconteceram vários acidentes aéreos com vitimas fatais, como exemplo no dia 22/10/2017 onde um avião caio ao fazer essas mesmas manobras no espaço aéreo da cidade e caiu matando cinco pessoas que estavam abordo da aeronave, em uma comemoração ao dia do aviador que acabou em tragédia, muitas delas poderiam ser evitadas, pois no dia dessa comemoração em especial, estava sendo consumidas bebidas alcoólicas nas proximidades da pista.

Por ser uma região de muitas pistas clandestinas acabam dificultando as fiscalizações, pois as maiorias dos garimpos existem pista de pousos e decolagens de aeronaves que possuem o registro de homologação da pista, com certeza esse não foi o primeiro e nem será o ultimo, pois enquanto não haver uma intervenção dos órgãos responsáveis, essas imagens continuaram sendo se repetindo em lugares e datas diferentes. 

________

Pinga fogo

Nenhum comentário: