terça-feira, 28 de abril de 2020

JORGE JESUS, CAVANI? O ESTRAGO QUE O NOVO RICO NEWCASTLE PODE FAZER


Pouca gente conhece ou dá bola para o Newcastle no Brasil. Existem até comunidades nas redes sociais aqui, mas - como a briga tem sido invariavelmente para não cair na Premier League - o time está naquela categoria do desinteressante/inofensivo. Mas não é que o Newcastle começa a ocupar o noticiário e a incomodar por aqui?! A última resvala em ninguém menos do que Jorge Jesus. O jornalista Bruno Andrade, especialista em futebol português, escreveu que o time inglês pode ser o plano B para o técnico do Flamengo, caso complique sua renovação de contrato. Jesus tem volta prevista ao Brasil para sexta-feira. Pela desvalorização do real em relação ao euro, as conversas sobre um novo acordo prometem ser complicadas... Mas por qual motivo o treinador poderia optar por um clube nanico na Inglaterra, se já disse repetidas vezes que só trocaria o Flamengo por um gigante, como Real Madrid ou Barcelona? Simplesmente porque o Newcastle possivelmente deixará de ser um nanico em breve. Principalmente porque o Newcastle aparece como possível exceção à crise financeira que se assola no futebol mundial em tempos de pandemia. Comprado por um grupo árabe (mais uma aquisição polêmica na Inglaterra), o clube promete ser o ponto fora da curva da recessiva próxima janela europeia - paraíso de jogadores e técnicos em fim de contrato e, sobretudo, de desesperados empresários de futebol.

Além de um novo treinador, o Newcastle "estaria interessado" em Cavani, Bale e outras estrelas europeias. O time não ganha um título inglês desde 1927, mesmo com uma das torcidas mais fanáticas da ilha. O objetivo dos árabes, além de bagunçar o mercado, é acabar com a fila antes que ela complete 100 anos.

Nenhum comentário: