quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

XÔ URUBU!

2 x 1
          VASCO  X  FLAMENGO
A mulambada não conseguiu parar o Machão da Colina, que decidirá a Taça Guanabara com o vencedor do jogo entre Botafogo e Fluminense que se realizará amanhã.
Futebol - 23/02/2012 - Chupa que é de uva! Vascão vence, mantém 100% e vai à final
Diego Souza e Alecsandro
Diego Souza e Alecsandro - Crédito: Marcelo Sadio- Vasco.com.br
O Trem Bala da Colina venceu o clássico diante do Flamengo, de virada, por 2 a 1, nesta quarta-feira (22), no Engenhão, pela semifinal da Taça Guanabara. Com o resultado, o Vascão continua com 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca e aguarda o vencedor de Botafogo e Fluminense para decidir a final do primeiro turno. Os gols vascaínos foram marcados por Alecsandro e Diego Souza.

O jogo
Vasco joga melhor em um primeiro tempo eletrizante

Cristóvão Borges optou por começar a partida com o jovem Willian Barbio, que veio de grandes atuações, entre os titulares com o Diego Souza sendo recuado para o meio de campo, sua posição de origem. Eduardo Costa deu lugar para Fellipe Bastos e o Maestro Felipe ficou no banco de reservas à disposição do treinador.

O jogo começou bastante disputado com as duas equipes marcando muito forte. Os vascaínos conseguiam trocar melhor os passes, sem muita afobação. Na primeira descida do Gigante da Colina, Fagner disparou pela direita e cruzou para Alecsandro, dentro da área, que não conseguiu dominar a bola, pois foi deslocado pelo seu marcador, mas o árbitro mandou seguir o lance.

O Flamengo inaugurou o placar com Vagner Love. Mesmo com o resultado adverso, a equipe cruzmaltina continuou com a boa troca de passes, porém eles passaram a ficar prejudicados devido à forte marcação do rival. Juninho Pernambucano, caçado pelos flamenguistas, ditava o ritmo vascaíno.

O Reizinho, aos 14 minutos, arriscou um chute de muito e o goleiro rebateu para frente e Alecsandro , com seu faro de gol habitual e em posição legal, apenas empurrou para empatar para a felicidade dos torcedores presentes do Engenhão que, imediatamente, começaram a cantar "O Vasco é o time da virada, o Vasco é o time do amor". Poucos instantes depois, o capitão Juninho, um dos maiores especialistas em bola parada da história do futebol, teve uma oportunidade de virar a partida em uma cobrança de falta, mas acabou chutando para fora, com muito perigo.

O Trem Bala da Colina, com a torcida sendo seu combustível, foi para cima do rival. Fagner recebeu livre pela direita, carregou a bola e chutou forte por cima da baliza flamenguista. Cerca de dois minutos depois, foi a vez de Thiag Feltri arrancar pelo seu setor, cruzando na cabeça de Alecsandro, que finalizou para fora com muito perigo.

Após o melhor zagueiro do Brasil desarmar duas vezes o Vagner Love, Juninho Pernambucano deu um chapéu espetacular no meio de campo em Airton, que fez a falta, mas o juiz não marcou a infração. Aos 34 minutos, o Reizinho armou um ataque rápido com Thiago Feltri pela esquerda. O lateral devolveu para o camisa 8 chutar forte para uma grande defesa do goleiro.

O Flamengo respondeu com duas jogadas finalizadas por Deivid. Na segunda, o jogador recebeu cruzamento na pequena área, sem goleiro, mas a bola bateu em sua canela e foi na trave para o delírio vascaíno, pois era um gol "feito".Com um jogaço, digno do Clássico dos Milhões, não demorou para o Vascão quase virar em uma verdadeira blitz.

Depois de três tentativas de finalizar bloqueadas pela zaga flamenguista, a bola sobrou para Diego Souza chutar forte para a defesa de Felipe. Aos 39 minutos, o Reizinho teve sua finalização desviada, mas o goleiro defendeu novamente com as pontas dos dedos. No escanteio, Juninho cobrou e Diego Souza, sozinho, cabeceou para fora com muito perigo. LEIA MAIS

Um comentário:

H. Marinho disse...

Será que o pessoal do vasco reaprtiu o bicho com o goleiro e o centroavante?