RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Maradona detona Conmebol após decisão de mudar Libertadores para Madri

Maradona detona Conmebol após decisão de mudar Libertadores para Madri (Foto: Divulgação)
A Conmebol anunciou na última quinta-feira que a grande final da Libertadores de 2018 será no estádio do Real Madrid, o Santiago Bernabéu, no dia 9 de dezembro, às 17h30 (de Brasília). Além de muitos torcedores, Maradona, um dos ídolos da seleção argentina, disparou não só contra a decisão, como também contra a própria entidade.
Em entrevista à rádio La RedEl Pibe de Oro questionou por que a Conmebol não mudou o jogo para o estádio do Vélez Sarsfield em vez de transferi-lo para Madri. Além disso, o ex-jogador também desqualificou as decisões do paraguaio Alejandro Domínguez, presidente da Confederação, e Claudio Tapia, presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA).
“A verdade é que são a praga do futebol. Não estão capacitados para seus cargos. Não engulo que Domínguez venha falar do futebol do mundo. Não engulo que ‘El Chiqui’ Tapia venha falar de futebol”, afirmou o atual treinador do Dorados de Sinaloa, do México.
Para finalizar, Maradona fez críticas severas dirigidas ao River Plate. “E digo ao pessoal do River Plate que não é uma situação para se viver na pele. Depois, quando forem jogar contra o Boca fora de casa, como farão para entrar? Que o River não fique com o argumento do gás de pimenta pois esse assunto foi encerrado em 2015”. Ele citou o incidente envolvendo as duas equipes naquele ano, quando torcedores do Boca jogaram gás de pimenta no túnel onde jogadores do River passavam, na Bombonera.
Após o adiamento da decisão da Libertadores, a Conmebol anunciou na última quinta-feira que a partida acontecerá no Santiago Bernabéu, no próximo dia 9 de dezembro. O jogo precisou ser adiado no último sábado após uma onda de violência e ataques ao ônibus do Boca Juniors, quando alguns jogadores ficaram feridos.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Santarém já preencheu todas as vagas do Mais Médicos

O município de Santarém já preencheu o número de vagas do programa Mais Médicos do Governo Federal. Com o encerramento do contrato entre Brasil e Cuba e a saída dos médicos cubanos, um edital para a contratação de médicos brasileiros foi lançado pelo Ministério da Saúde no dia 19 de novembro de 2018. Na cidade, foram disponibilizadas 17 vagas, que rapidamente foram preenchidas. Os médicos já entraram em contato com a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que é a responsável pela realocação desses profissionais dentro do município.
Segundo a secretária de Saúde, Dayane Lima, dois médicos desistiram após saberem que iam atuar na zona rural. “As desistências foram para as comunidades de Curuaí e de Vila Socorro. Mas já informamos essas desistências ao Ministério da Saúde que já está tomando as providências”, afirmou. 
(Diário do Pará)

Com provas no Pará, inscrições para concurso da Marinha abrem nesta terça (27)

OPORTUNIDADES
As chances são disponibilizadas para as áreas de administração, contabilidade, edificações, estruturas navais, eletrônica, eletrotécnica, enfermagem, farmácia, higiene dental, marcenaria, mecânica, metalurgia, motores, motorista (viaturas administrativas), nutrição e dietética, patologia clínica, processamento de dados, prótese dentária, química, radiologia médica, telecomunicações, entre outras especialidades.
COMO PARTICIPAR 
As inscrições para a seleção abriram nesta terça-feira (27) e seguem até o dia 11 de dezembro de 2018. Os interessados devem se inscrever pela internet, no site da Marinha. Além disso, é necessário pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 75.
PREPARAÇÃO 
CONFIRA OUTRAS OPORTUNIDADES PARA VOCÊ
PROVAS
O certame será composto por prova objetiva, que será aplicada no dia 17 de março de 2019. Entre os estados onde as provas serão realizadas estão o Pará, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa catarina, Rio Grande do Norte, Ceará, Alagoas, Paraíba, Pernambuco, Amazonas e Distrito Federal. Outras etapas do processo seletivo incluem verificação de dados biográficos, inspeção de saúde, avaliação de títulos, entre outros.
(DOL Concursos)

PRF divulga edital com vagas no Pará e salários de quase R$ 10 mil

As inscrições do aguardado concurso público da Polícia Rodoviária Federal (PRF) serão recebidas a partir da próxima segunda-feira, 3 de dezembro. A confirmação foi divulgada pela própria banca organizadora, o Cebraspe. Acompanhe o edital! 
O concurso atenderá a demanda de 17 unidades da federação entre elas o estados do Pará.
Os interessados poderão confirmar a participação até o dia 18 de dezembro. Com isto, a liberação do edital de abertura de inscrições pode ocorrer a qualquer momento, já constando, inclusive, a aba do novo certame no site da organizadora.
De acordo com declaração recente do diretor-geral da corporação, Renato Dias, a aplicação das provas deve ocorrer em março. O concurso será para o preenchimento de 500 vagas para o cargo de policial rodoviário. Para concorrer ao cargo é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação, além de carteira de habilitação a partir da categoria “B”. 
A jornada de trabalho dos servidores é de 40 horas semanais. A remuneração inicial é de R$ 9.931,57, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458. Além disso, de acordo com a lei 13.371, sancionada pelo presidente Michel Temer em 2016, os servidores contarão com mais um reajuste, em janeiro, quando o salário passará a ser de R$ 10.357,88.
Assim que iniciadas, as inscrições poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica do Cebraspe, pelo site da organizadora CEBRASPE. Os interessados também devem ficar atentos aos horários. No dia 3, as inscrições poderão ser feitas a partir das 12 horas, enquanto no dia 18, o encerramento das inscrições ocorrerá às 20 horas, pelo horário de Brasília.
PREPARAÇÃO!
Pensando na sua aprovação nesse concurso, o DOL Concursos indica a melhor plataforma online do mercado. Nela você vai encontrar o conteúdo completo de tudo que deverá ser cobrado pela banca organizadora. O material é baseado nos certames anteriores do órgão e contará com o cronograma de estudos personalizados, audioaulas, fórum de dúvidas, simulados online com correção em tempo real. O candidato também  terá acesso ao banco com mais de 800 mil questões de concursos. Não perca tempo, comece agora mesmo seus estudos!
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) é um órgão do Ministério da Justiça e faz parte do Poder Executivo Federal. Apesar de ser uma polícia ostensiva, uniformizada, não é militarizada, ou seja, não se submete à hierarquia militar. Sua principal atribuição é realizar a fiscalização e o policiamento ostensivo das rodovias federais.
A PRF atua nas rodovias federais e nas áreas de interesse da União. Desse modo, muitas vezes, a PRF trabalha em parceria com outras instituições, como Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Federal (PF), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama), entre outras, cujas áreas de atuações são as mais diversas.
Existem duas carreiras efetivas na corporação, sendo elas a de policial rodoviário federal e a de agente administrativo. Os policiais rodoviários federais trabalham executando as atividades fim da PRF, como planejamento de operações, fiscalizações de trânsito, combate à criminalidade.
Já os agentes administrativos realizam as atividades meio, que permitem a execução das atividades fim. Como pagamento de folha dos servidores, confecções de documentos, movimentação de processos.
(Com informações do JC Concursos)

terça-feira, 20 de novembro de 2018

Repórter da Globo se pronuncia após suposto assédio durante jogo

Repórter da Globo se pronuncia após suposto assédio durante jogo (Foto: Reprodução/Instagram)
A repórter Fabíola Andrade foi envolvida em uma polêmica, no último sábado (17), após as divulgações de vídeos da transmissão do jogo entre Corinthians e Vasco.
Os internautas apontaram que a moça havia sido vítima de assédio sexual pelo próprio colega de emissora. Foi então que a jornalista resolveu se manifestar, para explicar o caso. 
“A respeito do vídeo que está circulando nas redes sociais desde ontem eu queria dizer que vi outros ângulos do mesmo momento do jogo e conversei com o meu colega que trabalha comigo há cinco anos”, escreveu. “Ele me procurou várias vezes hoje. Pra mim, não aconteceu assédio ou abuso. Ele estava manuseando o cabo de áudio que fica preso à minha roupa durante a transmissão, situação comum em dias de jogos”, disse a repórter. 
Fabíola agradeceu também o apoio de amigos e ressaltou a importância do movimento. “Agradeço todas as manifestações de apoio e solidariedade, seja de amigos, seguidores, telespectadores, clubes e movimentos que lutam pelo respeito e pela igualdade de gênero. O episódio serviu para mostrar, mais uma vez, que essa luta se fortalece cada vez mais”, concluiu. 
O vídeo foi bastante repercutido nas redes sociais, onde o Corinthians e Movimento de Apoio às Mulheres Esportivas publicaram notas de repúdio sobre o caso da jornalista.  
DOU

Aparência de Lula comove juízes, que discutem prisão domiciliar

Aparência de Lula comove juízes, que discutem prisão domiciliar (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
A aparência envelhecida do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria impressionado alguns juízes de tribunais superiores em Brasília. Segundo apurado pela jornalista Mônica Bergamo, do jornal 'Folha de S. Paulo', a possibilidade de insistir na prisão domiciliar do petista voltou a ser discutida em gabinetes.
Preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde abril, após ser condenado em segunda instância, no âmbito da Lava Jato, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o ex-presidente prestou depoimento à Justiça na última quarta-feira (14).
O texto salienta que, mesmo tendo voltado à pauta, a ideia da concessão de uma prisão domiciliar ao petista ainda é considerada remota. O pedido foi aventado há alguns meses, mas foi temporariamento arquivado após a alteração da composição das turmas do Supremo Tribunal Federal (STF).
DOL

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

XENOFOBIA MANAUARA OU BAIRRISMO BARATO?

É escancarado pelos Amazonenses, principalmente da capital o bairrismo pra não dizer a xenofobia pelo povo Paraense, sem razão alguma que se justifique.
Até sua Excelência o Governador do Amazonas até 31 de dezembro o todo poderoso Amazonino Mendes em certa ocasião revelando falta de nobreza de caráter no momento em que na periferia da cidade  de Manaus, precisamente em uma area de risco, determinou que uma família depois identificada como Paraense se retirasse das encostas de um barranco ameaçado de desmoronamento devido as fortes chuvas no local, ao ouvir que a família resistia em sair, perguntou à mantenedora  do barraco de onde ela era originária, a mesma respondendo que seria do Pará, com galhofa, preconceito e acima de tudo estranheza o gênero humano, vociferou em gritos, -Do Pará?  ah... tá explicado... então morra!

O povo paraense,  sempre fez caminho ida e volta para a capital amazonense, por fazer busca de desafios, posição econômica e social e por simpatia ao povo amazonense, não é por menos que a relação de respeito que reside entre Parintins e Santarém é profundamente admirável, e muitos parintinenses preferiam ser um município do estado do Pará por tamanha relação de amizade com os Santarenos.

Afirma um escritor Amazonense  "A imigração sempre existiu.  Essa intolerância só reflete a irracionalidade das pessoas de cabeça oca"

Em uma matéria na blogosfera, assinada pelo Blogueiro e editor do OESTADONET Miguel Oliveira que mostra a faceta de amazonenses que se esmeram para solidificar esse preconceito denominado bairrismo ou xenofobia. Diz o Blogueiro que a rixa idiota é mais exacerbada nos amazonenses  que mostra-se feroz de tal sorte. e acrescenta que o inverso, através dos paraenses não chega a ser  significativo, pois o paraense parece mais se defender quando é vitimizado, daquilo que muitas vezes nem compreenda as razões.

Mesmo o povo paraense não dando muita trela para essa falha comportamental  do Amazonense, eis que surge algo interessante que amenizará talvez  essa predileção do Amazonense em manter essa  nefasta ação de  gratuitamente se rivalizar com o povo do Pará. Seu nome WILSON LIMA, nascido em Santarém   por longos anos se fixando em Itaituba onde militou na comunicação social através de apresentação jornalística televisiva e que de maneira esmagadora constituiu-se Governador do Estado do Amazonas, lutando contra as vicissitudes da política do estado, contra as raposas astutas da política citando-se a exemplo a maior delas AMAZONINO MENDES, e contra o bairrismo exacerbado da cachola do Povo Amazonense.

Não contraditando o que declaro, nem provocando o revanchismo do povo amazonense deixo abaixo o conteúdo que viralizou nas redes sociais por parte dos Paraenses e notadamente de Santarém e Itaituba para mostrar de forma bem humorada uma resposta a tantas gozações, preconceitos que nos dedica o povo Baré.

SOBRE O GOVERNADOR DO ESTADO DO AMAZONAS  - FICA A MORAL DA HISTÓRIA

"NUNCA DIGA MORRA A UM PARAENSE, ELE RENASCE EM FORMA DE CANDIDATO E AINDA GOVERNA NO TEU LUGAR"