RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Continuam as buscas pelos doze envolvidos no assalto ao banco em Jacundá

Continuam as buscas pelos doze envolvidos no assalto ao banco em Jacundá (Foto: Divulgação/Polícia Militar)
Continuam as buscas pelos doze envolvidos no assalto a agência do Bradesco na noite desta terça-feira (14) na rodovia PA-150, município de Jacundá, sudeste paraense. A Polícia Civil informou que já foi solicitada a perícia no local e que deve ser realizada ainda nesta quarta-feira (15).
ROUBO
Os integrantes da quadrilha deram início à ação após renderem uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), mantendo três militares como reféns. Uma caminhonete S10 de cor prata foi roubada.
Posteriormente eles seguiram para a agência bancária e arrombaram um pequeno cofre, onde estavam dois revólveres calibre 38 e os coletes dos seguranças - estes itens foram levados. Em outro momento, uma broca foi utilizada para perfurar um dos cofres principais, mas nenhuma quantia em dinheiro foi roubada.
A ação durou cinquenta minutos. https://youtu.be/AyS8eLIrjZQ
FUGA
Ainda com os militares reféns, os envolvidos fugiram pela PA-150, sentido Jacundá/Nova Ipixuna/Marabá, mas foram surpreendidos pelo bloqueio de um caminhão da Polícia Militar em uma ponte.
Eles voltaram para a cidade e seguiram para a estrada vicinal Moran Madeira, que dá acesso a zona rural de Jacundá, Goianésia e Breu Branco. Foi neste momento que os reféns foram liberados, bem como a viatura da PRE e a caminhonete S10 roubadas - ambas estavam marcadas por disparos de armas de fogo por conta da perseguição.
DILIGÊNCIAS
Os fugitivos seguiram em uma caminhonete modelo Ranger e usaram um outro veículo para bloquear a passagem, furando os pneus. Até o momento, equipes da Superintendência, as equipes da Seccional de Tucuruí e Goianésia, além da equipes do GPE, continuam as buscas pelos envolvidos.
Os veículos avariados durante a perseguição policial foram rebocados para o pátio da Delegacia de Polícia de Jacundá e serão periciados.
O caso será investigado pela Delegacia de Repressão a Roubos a Bancos.
(Com informações da Polícia Civil)

Nenhum comentário: