RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Médico acusado de estupro em Santarém é condenado a 22 anos de prisão

Médico acusado de estupro em Santarém é condenado a 22 anos de prisão (Foto: Via/WhatsApp)
O médico Álvaro Magalhães Cardoso, acusado de prática de estupro contra uma criança, foi condenado a 22 anos de prisão. A sentença do julgamento foi dada pelo juiz Alexandre Rizi, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Santarém na manhã desta quarta-feira (25).
Na decisão, além do médico, foram condenadas Odete Friss Heberte e Darliane Silva dos Santos, ambas a 14 anos e 2 meses de prisão em regime fechado. Odete, inclusive, é a mãe da menina vítima da ação do médico.
As prisões ocorreram durante a operação "Anjo da Guarda" deflagrada no mês de julho.
Para a condenação, o juiz analisou como provas fotos e vídeos.
Álvaro cumprirá a partir de hoje a pena, em regime fechado, na penitenciária do Coqueiro Região Metropolitana de Belém (RMB).
Já as duas mulheres permanecerão presas na penitenciária Agrícola de Cucurunã, localidade de Santarém.
(Com informações da RBATV/Santarém)

Nenhum comentário: