RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Após ameaçar 'intervenção militar', destino de General do Exército é incerto


Após ameaçar 'intervenção militar', destino de General do Exército é incerto (Foto: Divulgação/Exército)
Além de causar polêmica, as declarações feitas pelo general do Exército Antônio Hamilton Mourão de que as Forças Armadas deveriam "impor" uma solução militar sobre o problema da corrupção, caso o Judiciário não conseguisse resolver a questão, agora estão provocando dor de cabeça nos líderes do Governo e Exército, que não sabem o que fazer com o general.


Segundo o colunista Domingos Fraga, do R7, a preocupação é que uma punição contra o militar possa torná-lo um mártir, virando uma espécie de herói para a tropa, em especial dos membros do Exército que apoias mas ideias de Mourão. 



De acordo com o jornalista , o comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, ficou irritado com as declarações do gerenal, mas preferiu não se pronunciar sobre o caso até o momento. Ele teme que uma punição sobre Mourão aumente o clima de insatisfação entre os militares, que já se queixam da diminuição de recursos às Forças Armadas.



O ministro da Defesa, Raul Jungmann, chegou a cobrar explicações e uma punição de Villas Bôas, mas voltou atrás e prefere que o caso seja esquecido.



Mourão irá para a reserva em março de 2018.



(Com informações do R7)

Nenhum comentário: