RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

quarta-feira, 14 de junho de 2017

BELÉM VIOLENTA - Empresário é morto em frente à sede do governo


Empresário é morto em frente à sede do governo (Foto: Divulgação)
Na noite de segunda-feira (12), a violência voltou a dar as cartas em Belém. A vítima dessa vez foi o empresário Abraunes da Silva Lacerda, de 57 anos. Ele foi assassinado em uma tentativa de assalto em frente ao prédio do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, na avenida Almirante Barroso, bairro do Souza. A esposa dele, Inês Coelho, também foi atacada. O casal foi socorrido para um hospital particular, mas Abraunes não resistiu. 


O crime aconteceu por volta das 19h, na movimentada avenida Almirante Barroso, esquina com a Dr. Freitas. Detalhe: diante do TJPA e próximo ainda ao Palácio dos Despachos, ambos protegidos por policiais militares. 



Abraunes dirigia o veículo, um Renault Duster, e a esposa estava ao seu lado. Eles foram abordados por dois desconhecidos, que chegaram de moto e já apareceram atirando. Acertaram o empresário e balearam Inês de raspão no peito. Eles foram socorridos para um hospital particular, no bairro do Marco.



ADVOGADO DA FAMÍLIA DIZ DESCONHECER SE VÍTIMA RECEBIA AMEAÇAS



O advogado da família, Michel Batista, preferiu não dar detalhes do caso. Segundo ele, a apuração sobre a dinâmica do crime ficará a cargo das investigações de policiais civis. 



“Ainda estamos com poucas informações. Sabemos que os homens (assassinos) chegaram atirando. Estamos levantando imagens de câmeras de segurança para entender o que aconteceu”, disse ele, que também não soube dizer se os criminosos surgiram encapuzados ou usando capacetes e se o veículo estava parado no momento do atentado. 



Abraunes da Silva Lacerda era empresário, mas o ramo não foi informado. Sobre a motivação para o crime, o advogado também desconhece se Abraunes estaria recebendo ameaças.



O boletim de ocorrência somente foi registrado ontem, às 13h33, já comunicando o assassinato. Policiais civis da Divisão de Homicídios deverão investigar a morte. Inês Coelho, esposa do empresário, que foi atingida por tiro de raspão no peito, recebeu alta médica na manhã de ontem. “Ela está bastante nervosa. No momento não temos muitas informações porque a família está cuidando do velório e enterro”, finalizou Batista.



(Emily Beckman/Diário do Pará)

Nenhum comentário: