RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Quadrilha invade e rouba banco em Concórdia


Quadrilha invade e rouba banco em Concórdia (Foto: Via/WhatsApp)
Um grupo composto por 6 homens, portando armamento de grosso calibre e trajando fardamento da Polícia Civil, invadiu a agência do Banpará, do município de Concórdia do Pará, na região nordeste do Estado, e roubou quantia em dinheiro ainda não divulgada pela direção da instituição. O crime aconteceu na tarde de ontem e o bando ainda não foi preso. Segundo informações de moradores de Concórdia do Pará, que pediram anonimato, 2 Hilux pretas estacionaram em frente à agência bancária e delas saltaram 4 homens. Estavam vestidos como policiais civis e de armas em punho. 

“Eu estava atravessando a rua para ir pagar uma conta quando percebi a movimentação e pensei que se tratava de uma operação da polícia contra assaltantes de banco. Mas, para minha surpresa, eles chegaram atirando na porta giratória e cheguei à conclusão que se tratava de um assalto”, disse o morador Arthur Moreira, por meio de redes sociais.

Os assaltantes utilizavam um fuzil, uma escopeta e 2 pistolas. Após transformarem o gerente do banco em refém e terem acesso ao cofre onde estava o dinheiro, os criminosos saíram no local usando o gerente, um segurança, que teve a arma roubada, e 4 clientes do banco como escudo humano. Eles fugiram pela rodovia PA-252 em direção ao município de Mãe do Rio.

Policiais militares informaram também que, nesse percurso, há várias estradas vicinais e ramais que facilitam a fuga e dificultam as buscas. A quadrilha era formada por 6 homens, sendo que 4 deles invadiram a agência e 2 ficaram nos carros, com os motores ligados e prontos para a fuga. Os disparos na frente da agência chamaram a atenção de centenas de moradores, que de longe acompanharam o roubo.

A ação violenta não dispensou nem quem passava pela rua. “Eles chegaram encapuzados e atirando. Parte da quadrilha entrou no banco enquanto os outros ficaram do lado de fora efetuando vários disparos para o alto”, disse uma testemunha. Além do dinheiro do cofre, o bando também roubou o dinheiro que estava nos caixas enquanto funcionários e clientes eram rendidos sendo obrigados a ficarem com os rotos virados para o chão. Eles libertaram os reféns a 10 quilômetros do centro de Concórdia do Pará e continuaram em fuga. Não houve feridos.

Policiais civis e militares de municípios próximos, como Castanhal, Tomé-Açu, Acará e Mãe do Rios também fizeram buscas para capturar os assaltantes. De Belém seguiram homens da Delegacia de Repressão a Roubo a Banco e Comando de Missões Especiais e um helicóptero deu suporte às buscas.

(JR Avelar/Diário do Pará)

Nenhum comentário: