RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

O RUGIDO DA ONÇA E O GEMIDO DO HOMEM



OLHAR DE UM CIDADÃO AMAZÔNICO EM RELAÇÃO ÀS POLÍTICAS AMBIENTAIS DA REGIÃO OESTE DO PARÁ - Davi Menezes CDl
(publicado no Facebook)
Davi, 
esse espaço é insuficiente para fazer coro ao seu brado. -Prás brenhas de Jacareacanga nossos organismos ambientais,explodem, implodem equipamentos e parafernalias de garimpos, desvinculando pessoas da cata honesta de sustentabildade para suas familias criando com isso bolsões de miseria e pobreza em Itaituba e cidades circunvizinhas que ficam sem alternativas para assistirem seus entes queridos. 

É flagrante o temor que os pelotões de contenção a danos ambientais criam nas pessoas que estão garimpando,explorando a floresta para sobreviverem. Esses legalistas chegam causam alvoroço multam prendem ateiam fogo e as cinzas são os trabalhadores expostos à miseria, sem alternativa economica para conseguirem produzir ja que o Governo Rubro com essa falta de atenção ao Povo da Floresta e o garimpeiro tambem está neste contexto deixa todos silentes e quedados sem esperanças.  

Interessante, e comico caro Davi que algum tempo atras um punhado de bravos ambientalistas vieram aqui em Jacaré distribuiram multas à fole em nossos pequenos produtores e ao chegarem em uma choupana onde o dono havia matado uma onça que tinha devorado dois de seus bezerros e como encontraram o cranio do felino, sapecaram uma astronomica multa e exibiam a cabeça do animal como trofeu colocando a cabeça Á PREMIO JUNTO AO MPF do esmilinguido produtor que tinha OUSADO tirar a vida de um espécime raro de nossa fauna que rugia todas as noites ao derredor de seu casebre querendo devorá-lo e que estava reduzindo sucessivamente o seu imenso rebanho composto de incriveis 17 cabeças de magérrimas vacas pé duro! FAZER O QUE MESMO MEU

A verdade nua e crua, é que precisamos fazer sacrificio para dar melhor qualidade de vida aos nossos capos de Brazilian, principlmente ao Governo Rubro que institucionalizou a roubalheira, sacanagem e rapinagem pras bandas de la, fazendo sofrer os do lado de cá. àqueles que não conseguiriam viver como nós, no abandono e sem esperanças de algo de bom acontecer. Alguem tem que se sacrificar, e somos nós OS BOIS DE PIRANHA.






Nenhum comentário: