RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Prefeitura é alvo de busca e apreensões da PF

Prefeitura é alvo de busca e apreensões da PF (Foto: Reprodução/Pebinha de Açúcar)Os municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás, ambos localizados no sudeste do Pará, foram alvo de investigação nesta terça-feira (18), com a visita de cerca de 60 Policiais Federais que deflagraram a “Operação Desfecho”. As informações são do site Pebinha de Açúcar. A ação tem como objetivo dar continuidade na “Operação Terra Prometida”, que apreendeu diversos documentos na Secretaria Municipal de Educação de Parauapebas, em setembro do ano passado.
De acordo com o site, a operação que foi executada nesta terça-feira, em Parauapebas e Canaã dos Carajás, investiga desvios e superfaturamentos em verbas federais destinadas ao transporte escolar do município de Parauapebas.
Os Policiais Federais estão munidos de 20 mandados. São sete de prisão preventiva, nove de busca e apreensão e quatro de condução coercitiva. Os prejuízos aos cofres públicos são superiores a R$ 7 milhões.
Em Canaã dos Carajás, a Polícia Federal teria cumprido mandado de busca e apreensão na empresa e residência do empresário Valdemar da Pavinorte.
Até o início da tarde de hoje, dois servidores públicos da Prefeitura de Parauapebas teriam sidos encaminhados à Polícia Federal de Marabá para prestarem esclarecimentos. Os detidos são a atual Secretária Municipal de Educação, Juliana Sousa, e o atual Coordenador Municipal de Juventude, Shirlean Rodrigues, que já atuou também como efetivo da Secretaria Municipal de Educação.
Posicionamento da Prefeitura
A Prefeitura de Parauapebas confirmou a ação da Polícia Federal no local. “A prefeitura está tranquila. A Secretária de Educação, Juliana Sousa, foi levada até Marabá para prestar esclarecimentos,assim como Shirlean Rodrigues. É isso que sabemos até o momento. Estamos aguardando nossos advogados de Marabá para que possamos prestar mais informações à imprensa e população de modo geral. Nosso prefeito continua trabalhando normalmente e não procede a informação de que a Prefeitura está fechada”.
A nota afirma ainda que “há um novo tempo no Brasil e os recursos públicos estão sendo investigados com frequência, ainda mais quando existe verba federal. Isso é normal, deve acontecer dessa maneira mesmo e os secretários irão prestar os esclarecimentos necessários e no decorrer do processo iremos saber se existe algo irregular ou não. Não temos nada a esconder, a Polícia Federal esteve aqui, levou documentos e a Secretária como agente pública tem que prestar esclarecimentos do que realmente aconteceu”.
(DOL com informações do site Pebinha de Açúcar)

Nenhum comentário: