RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

domingo, 1 de março de 2015

Piloto de avião desaparecido presta depoimento

O piloto Álvaro Braga Santana, 48 anos, comandante do avião monomotor desaparecido desde quarta-feira (25), após decolar da pista do aeroporto Brigadeiro Protásio de Oliveira, em Belém, com destino a São Félix do Xingu, no sul do Pará, prestou depoimento para a Polícia Civil neste sábado (28). 

Ele foi encontrado na sexta (27), em um hotel em Xinguara, sul do Pará, dopado sob efeito de soníferos.
Ao delegado Walter Resende, da Seccional Urbana da Pedreira, o piloto contou que levantou voo, na quarta-feira passada, com o avião modelo Cessna 206, com destino a São Félix do Xingu, para apanhar passageiros naquela cidade e depois trazê-los para Belém. Ao chegar no município, ele foi procurado por um homem, com quem tomou um lanche, enquanto aguardava a suposta chegada dos passageiros.
O piloto afirmou que perdeu os sentidos após tomar um suco de laranja em garrafa plástica. O comandante afirma que, ao recobrar a consciência, no dia seguinte, estava em uma rua na cidade de Xinguara. Alguns pertences pessoais e documentos haviam sido levados.
Um taxista, que o encontrou na rua, conduziu-o até um hotel, para pedir ajuda. Foi assim que o piloto foi localizado por uma guarnição da PM, que o levou ao hospital no município, para atendimento médico.
Neste sábado, ele foi conduzido de volta a Belém. Conforme o delegado Resende, até o momento não há informações sobre o paradeiro do avião. O aparelho monomotor, da empresa Dourado Táxi Aéreo, foi contratado para fazer uma viagem com destino a São Félix do Xingu, por um homem, cuja identidade está sendo investigada.
O avião continua desaparecido. (Foto: arte/DOL)
Informações recebidas pela polícia, davam conta de que o aparelho teria sido visto sobrevoando o Estado de Rondônia. O fato foi informado à Polícia Federal, que passou a investigar a informação, naquele Estado, até chegar aos supostos envolvidos no crime. Na noite de ontem,quatro suspeitos de envolvimento no crime foram presos, em Rolim de Moura, no Estado de Rondônia. 
Eles foram flagrados com drogas e documentos falsos e assim foram autuados em flagrante pelos crimes naquele Estado. A suspeita é de que o avião tenha sido levado para a Bolívia, possivelmente, para uso no transporte de drogas. Segundo o delegado Walter Resende, os presos só deverão ser transferidos para Belém depois que a Justiça decretar as prisões preventivas deles por envolvimento no roubo do avião. 
(DOL com informações da Polícia Civil
)

Nenhum comentário: