RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

CIRILO SILVA JOGA A TOALHA POR FALTA DE APOIO E PERSEGUIÇÕES DA GESTORA MUNICIPAL

Remendo RP 

Conheço o Paraíba como um homem trabalhador e que por seu trabalho serio e honesto granjeou alem de muitos amigos (e faço parte de seu circulo de amizades) boa posse econômica e procurou investir seu patrimônio em Itaituba cidade por qual tem apego como se fosse filho próprio da região.

Ao desnudar suas dificuldades ante as perseguições politicas   que diz sofrer, e ainda lamentando situação desumana que ocorrera com Junior do Colorau, mostra-nos uma certeza, que não somente a falta de investimentos ocasiona isso como a decantada perseguição politica ainda viva e encrustada no Poder Público Municipal, alem de ficar evidente que a gênese disso tudo é a falta de respeito  para com o gênero humano e principalmente àqueles que travam lutas diárias, para manterem ao menos em equilíbrio seus investimentos criando empregos e distribuindo renda.

Um alento para as pessoas que sentem-se como o Comerciante Paraíba é saber que todo politico tem prazo de validade.



EMPRESÁRIO MANUEL CIRILO O PARAIBA ”ESTOU FECHANDO MINHA EMPRESA POR CAUSA DAS PERSEGUIÇÕES POLITICAS DA GESTORA MUNICIPAL ”



“Infelizmente estou fechando minha empresa e desempregando 32 famílias, por causa de perseguições políticas por parte da GESTORA que deveria estar fiscalizando o mercado municipal, as feiras vendo seus próprios erros, o movimento ainda está bom, mas não pretendo me tornar mais um novo Junior do Colorau que inclusive ainda nem pagaram a dívida dele”. 

Com essa declaração muito negativa para nossa economia que já anda combalida, o empresário Manuel Cirilo, conhecido por Paraíba, do Cerealista Paraíba anuncia com exclusividade ao impacto e Tribuna Tapajônica que está encerrando sua atividade no ramo desde que aqui se iniciou no dia 2 de fevereiro de 1983.


Cerealista Paraíba na iminência de encerrar suas atividades comerciais

O empresário tece criticas a atual gestão, que estranhamente vem desmotivando novos empreendimentos. O empresário disse que nestes 35 anos de investimentos considera a atual GESTORA a pior de todas as épocas, por segundo ele não ter gestão nem correção de rumo em suas ações públicas. 

Inclusive citando também, a promotoria de justiça que estaria coibindo excessivamente certas atividades, citando, por exemplo, que os produtores de queijo e outros produtos da região não podem mais comercializar seus produtos por causa da fiscalização, e que antes eram vendidos nos supermercados e lojas do ramo. Paraíba afirma que por causa desse excessivo percebe rigor existe também muita perseguição política o que acaba desmotivando o empreender a expandir seus empreendimentos.

O empresário afiança ainda que a gestora que que deveria estar fazendo primeiro seu dever de casa inclusive fiscalizando o mercado municipal que está desabando e não tem qualquer higiene, as feiras, o aeroporto municipal que está fechado, as ruas esburacadas, bairros mal iluminados, falta de merenda nas escolas, ao invés de arrochar os empresários que já vivem no sufoco pagando uma infinidade interminável de impostos.

Paraíba disse ainda indignado que sempre cumpriu seus compromissos, e nestes 35 anos consolidou seu patrimônio com trabalho e honra e honestidade , sempre pagou e vem pagando seus impostos mas acredita que é necessário que o governo municipal tenha critério nas suas ações e não fazendo perseguições como se todo empresário ou empreendedor fosse desonesto ou bandido.

Questiona porque ainda não foi paga a divida de um empresário conhecido por Junior do colorau, que fornecia produtos para a merenda escolar como uma forma de reiterar que existem direitos e deveres. O empresário disse que dos seus 40 anos de Itaituba é grato por tudo de bom que aqui conquistou, mas que infelizmente se viu forçado a tomar essa medida drástica e dolorida, pois sabe que 32 famílias desempregadas e prenuncio de um caos social. 

Obs: Em face da ampla repercussão dessa matéria com mais de mil acessos no nosso blog, atendendo um pedido informal de familiares do empresário estamos omitindo o nome da prefeita, segundo eles para que não caracterize qualquer caráter político no fato e talvez para se prevenir de eventuais retaliações futuras, e assim a matéria continua postada e mantida o posicionamento das informações que nos foi repassada pelo mesmo e rigorosamente informado sem qualquer deturpação dos fatos.


Por: Nazareno Santos- editor do Blog. e Jornalista

Nenhum comentário: