RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 29 de novembro de 2014

ÍNDIOS MUNDURUKU SITIAM FUNAI EM ITAITUBA REIVINDICANDO DIREITOS

Itaituba - Indígenas da etnia Munduruku, do médio Tapajós, protestando contra o faz de conta da Fundação Nacional do Índio - Funai, sitiaram  pela manha a Coordenação dessa instituição e prolongam a invasão e permanencia até que direitos adquiridos sejam-lhes garantidos e com brevidade pela demarcação de suas terras que ocupam por tempos em que a memoria não alcança na foz do Jamanxim.


O grande Projeto Sepulcral para Munduruku que são as barragens no curso do Tapajós, está para o Governo Dominador Vermelhomuito mais importante que acudir pobres almas miseráveis, que teimam em viver nas ribeiras do Tapajós clamando que ao menos lhes garantam terras para sobreviverem, terras de posse permanente desse grupo tribal por tempos imemoriais que hoje estão sendo subtraídas de seus domínios, sem terem ao menos direito a reparação por tantos danos morais, culturais que sofrem.


A Funai de Itaituba, nada pode fazer, e o que fazer?, quem manda é Brasilia, que para os indígenas parece outro pais. Para se ter uma ideia do descaso  com o povo indígena de nossa região, a Coordenação da Funai de Itaituba incumbida de gerir a assistência ou assessoramento aos indígenas principalmente os seres  do Tapajós, nada faz principalmente por falta absoluta de recursos para tal finalidade. Não adianta planejar ações ja que a execução não é garantida dotação. O descaso por parte de Brasilia, é tão obvio que a Administração Central até hoje deixa sua Coordenação em Itaituba sem um comandante ja que sequer nomeou  uma pessoa para comandar o órgão.


Volto a referir-me ao desastroso (para os indígenas) Governo Rubro que (des)governa este país por 12 anos e que nesse período sepultou o espirito imortal do indigenismo para implementar seus projetos que em nada beneficiará o povo desta região. Ha pouco tempo  fomos sobressaltados pela omissão criminosa de nossos governantes em se abandonar em local incerto e não sabido cinco almas desaparecidas em uma pequena aeronave, ocasião em que bradou-se forte para se implorar  envio com a finalidade de se encontrar o avião desaparecido alguns dos milhares de soldados armados amados ou não, e nenhum foi encaminhado para essa missão HUMANITÁRIA, por falta de recursos para deslocar e alimentar a tropa, justificaram os  Generais de Guerra e nesse ínterim o mesmo Governo Rubro Desavergonhado, encaminhou uma força tarefa contendo mais de 200 homens fortemente armados para garantir estudo de impacto ambiental na região de Jacareacanga, para que 3 biólogos trabalhassem  tranquilos sem serem incomodados por protestos dos Munduruku; O aparato bélico fazia-se necessário, pois serviria para conter os ânimos de alguns silvícolas que se salientassem...

Olhando um pouquinho mais pelo retrovisor, como diria Aécio Neves, fazem somente dois anos, que um comando de força desproporcional entrou em uma Aldeia (região do Rio S. Manuel)  onde velhos e crianças foram judiados Fisica, moral, material e culturalmente por uma foça federal, pincipalmente velhos sendo surrados, culminando com o assassinato do índio Adenilson Krixi, ocasião em que um voluntarioso comandante da Policia Federal, deflagrou no indigena dois tiros em suas pernas que o deixaram imobilizados e depois segundo o que se coloca na imprensa um tiro de misericórdia na cabeça.Crê-se   que a ação monstruosamente desproporcional do Comandante, foi por verificar que o indígena estava munido com uma arma letal e perigosíssima e que precisava mortalmente atingi-lo. Ah a arma do indígena? uma perigosa lasca de pau. Ja imaginaram? Ha pouco tempo saiu o veredicto judicial inocentando o assassino do indígena. Valha-nos quem mesmo? Crimes contra a vida, salvo melhor juízo dos nobres causídicos de plantão, são  submetidos à Juri Popular e o julgamento desse policial não se tornou publico pelo que se sabe.

Voltando a ocupação da Funai, gostaria de dar uma receita importante para que os ousados índios respeitassem os brancos, não invadissem órgãos como Funai e Sesai, e a receita é simples: CUMPRAM COM AS PROMESSAS CELEBRADAS, NÃO MINTAM, ASSUMAM COMPROMISSOS QUE POSSAM ATENDER; OS ÍNDIOS SÃO SÉRIOS EM SEUS COMPROMISSOS E COMPORTAMENTOS, E NOSSAS AUTORIDADES QUEREM  QUE OS INDÍGENAS SEJAM SEUS IGUAIS: MENTIROSOS, PILANTRAS E QUE TRABALHEM COM O FAZ DE CONTA.

____
Imagens alcançadas na WEB

Nenhum comentário: