RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 7 de dezembro de 2013

"Estou desesperado"

Do vôlei, Marcelinho fala sobre o Vasco: "Estou desesperado"                                                                
Marcelinho
Marcelinho
Foto: Divulgação
A vitória por 3 a 2, em casa, sobre o atual campeão Rio de Janeiro não poderia ter vindo em melhor hora para o Minas Tênis. Ocupando apenas a sexta colocação da Superliga masculina com onze pontos ganhos, o time do levantador Marcelinho quer aproveitar a quarta vitória em sete partidas disputadas na competição para vencer Montes Claros, neste sábado, às 18h, e entrar de vez na briga pelo título como na temporada passada. Com a recuperação bem encaminhada, o que vem tirando o sono do vice-campeão olímpico nos jogos de Pequim nas últimas semanas é a real ameaça de rebaixamento do Vasco para a série B do Brasileirão.
Torcedor fanático do clube de São Januário, o levantador até aposta numa vitória do time de Adilson Batista sobre o Atlético-PR, no Paraná, no domingo, mas reconhece que mesmo assim a situação é muito complicada. Principalmente porque o Vasco não depende apenas de suas forças.
- Desanimado não, estou torcendo, mas sei que vai ser muito difícil. Acho que o Vasco vai ganhar do Atlético-PR, mas o problema é depender dos outros, e, na minha opinião, Fluminense e Coritiba também vencerão seus jogos. Acho que não vai ter jeito não, todos vão vencer como na trágica rodada passada. Mas domingo estarei na frente da televisão sofrendo, é o que me resta. Estou desesperado - afirmou o levantador, que defendeu o clube do coração em 2000, quando o Vasco fechou uma parceria com a equipe de Três Corações.
Há três temporadas no Minas, Marcelinho ainda não teve a chance de conhecer o novo Maracanã. Longe "de casa" e do filho Pedro, de 5 anos, também torcedor fanático do Vasco, o jeito será sofrer sozinho, mas, desta vez, muito mais por necessidade.
- Como a gente joga em Montes Claros no sábado e eu só chego de viagem no domingo mesmo, vou assistir sozinho em casa. Só espero que essa rodada não seja trágico como a passada. Ou cômica, né (risos) - brincou Marcelinho, que se orgulha de ter uma camisa que o craque Romário usou na decisão da Copa João Havelange de 2000, contra o São Caetano.
Quando o assunto volta a ser vôlei, Marcelinho parece mais relaxado. Apesar da situação do Minas na Superliga ainda ser incômoda, o levantador elogiou a atuação da equipe diante do Cruzeiro e do Rio de Janeiro e aposta na evolução da equipe no restante da competição.
- Estamos crescendo e o desempenho da equipe está melhorando a cada jogo. O time está mais consistente, com mais volume de jogo. Contra o Cruzeiro fizemos uma excelente partida, mas perdemos nos detalhes. Contra o Rio, que estava invicto e é o atual campeão, tivemos ótima atuação e conseguimos uma vitória que dá moral.  Precisamos estar concentrados nesse jogo contra Montes Claros, é um adversário duríssimo, difícil de ser batido em casa e que também precisa se recuperar na Superliga - afirmou Marcelinho, que aponta a sequência de cinco jogos como fundamental na recuperação do time na temporada.
- Temos esse compromisso fora e, depois, quatro partidas em casa, uma sequência que precisamos aproveitar para subir na tabela. Vamos pensando jogo a jogo, lutando pelas vitórias para alcançar o nosso objetivo.
Fonte: GloboEsporte.com

Nenhum comentário: