RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Bachelet diz que o momento é de iniciar mudanças profundas no Chile

Michelle Bachelet, que venceu neste domingo (15) no segundo turno pela segunda vez as eleições para a Presidência do Chile, com 62,16% dos votos, prometeu levar adiante mudanças profundas no país e assegurou que existem as condições econômicas e políticas para fazê-lo.

Após um dia marcado por uma alta abstenção de quase 59%, Bachelet se dirigiu a uma multidão de pessoas que se reuniu em frente a um hotel de Santiago e agradeceu sua ampla vitória.

"Obrigado por fazer com que esta cidadã, igual a vocês, seja hoje uma presidente tão afortunada", disse Bachelet para uma multidão que comemorava sua vitória frente em um hotel de Santiago.

"Agora o Chile olhou para si mesmo e decidiu que é momento de iniciar transformações profundas. A vitória desta jornada (...) é um sonho coletivo que triunfa", acrescentou.

A presidente eleita, que impulsiona uma nova Constituição que substitua a herdada da ditadura de Augusto Pinochet, a educação gratuita e um aumento de impostos para as empresas, se comprometeu a tornar realidade as propostas de seu programa.

"Estão aí as condições econômicas, sociais e políticas, agora é o momento, Chile, finalmente agora é o momento (...) Temos a força cidadã, temos a vontade e a unidade (...) é tempo de combater a desigualdade juntos, é tempo de voltar a crer em nós mesmos", afirmou.

A presidente eleita reconheceu que levar adiante as reformas que se comprometeu fazer não será uma tarefa fácil, mas assegurou que é possível consegui-la.

"Não será fácil, mas quando foi fácil mudar o mundo para melhor", disse Bachelet.

Ela também afirmou que em seu novo mandato haverá uma "Constituição nascida da democracia que assegure direito e que se transforme no novo pacto social e renovado de que o Chile precisa".
 

Nenhum comentário: