RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Prefeitura e governo federal discutem implantação de áreas de apoio às operações portuárias na BR-163

Durante audiência em Brasília, na Secretaria Nacional de Portos (SEP), o prefeito Alexandre Von foi informado que Santarém deve ganhar nos próximos dois anos mais dois terminais de graneis sólidos – um de combustíveis e outro de fertilizantes – no porto da Companhia Docas do Pará (CDP).

Por conta disso, já está sendo discutida a implantação de uma Área de Apoio Logístico Portuário (AALP), que está sendo projetada dentro da SEP. A área, de posse do Ministério do Exército, possivelmente, será implantada em frente ao 8º BEC, do lado oposto da BR-163.

A Área de Apoio Logístico Portuário deverá conter um pátio regulador de carretas para permitir que os veículos que chegarem a Santarém, em direção ao porto, dirijam-se a essa área e, partir de monitoramento e triagem dos produtos, as carretas serão seguirão ao destino final.

“A medida servirá para organizar o fluxo de carretas na área urbana da BR-163, evitando congestionamentos que prejudicam o fluxo normal de veículos ao longo da Rodovia”, explica o prefeito.


Reurbanização do trecho urbano da BR-163

No Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) foi discutido o projeto de reurbanização da BR-163 no trecho urbano, inicialmente de 20 km, do porto até a entrada do município de Mojuí dos Campos. “Porém nós defendemos que esse trecho se prolongue até o Km 37 próximo ao município de Belterra”, reitera o prefeito.

Nos próximos dias 24 e 25 estarão em Santarém o diretor de Planejamento e Pesquisa do DNIT, José Florentino Caixeta, técnicos da Secretaria de Portos e da Companhia Docas do Pará (CDP).

“Aqui nós vamos conhecer a proposta do governo federal e sugerir aperfeiçoamento caso necessário”, pondera Alexandre Von. (PMS)

Nenhum comentário: