RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 19 de outubro de 2013

CORPAÇOS DO CRIME

16/10/2013 - 02h50

Ex-misses enfrentam problemas com a Justiça em diversos Estados venezuelanos

Imagem 1/17: Eleitas misses por sua beleza, elas poderiam ter suas fotos divulgadas em algum álbum do UOL Tabloide sobre beldades e concursos, mas essas moças acabaram virando notícia por outra razão: envolvimento com o crime. As "narcomodelos", como são conhecidas em alguns lugares, são acusadas de participação em práticas ilegais. A prisão da venezuelana Victoria López em outubro de 2013 reacendeu o tema. O jornal venezuelano "Últimas Noticias" cita ao menos outras três misses presas nos últimos 12 meses, as "corpaços do crime". Os casos não são exclusividade da Venezuela, país que tem tradição nos concursos de miss. Estados Unidos, México, Honduras e Brasil também têm suas representantes nessa indesejável lista Mais Arte/UOL
 
DE SÃO PAULO

"A lista de 'corpaços do crime' segue crescendo", titulou o jornal "Últimas Noticias", o mais vendido da Venezuela, para noticiar a prisão da modelo Victoria López, 34, ex-Miss Estado de Anzoátegui 2000 e semifinalista do prestigioso Miss Venezuela do mesmo ano.
López foi acusada pelo ministro do Interior do país, Miguel Rodríguez, de ser quem "administrava e manejava todo o círculo de negociações" mantido pelo prefeito de Valencia, o chavista Edgardo Parra, preso no sábado por supostamente comandar um "gabinete paralelo" para desviar recursos públicos.
A modelo, filha de um empresário de TV regional, namora o filho de Parra, diz a mídia venezuelana. Nem ela nem seus representantes se pronunciaram até agora.

Nenhum comentário: