RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

TAPAJÓS E CARAJÁS
77
SIM

2 comentários:

Anônimo disse...

Cartórios Eleitorais funcionarão em horário especial para que o eleitor regularize seu título.

Prazo termina dia 11 deste mês.

Os cartórios eleitorais funcionarão
no horário de 08 às 18 horas para que o eleitor esteja apto a votar no plebiscito.

Semana que vem, última semana será das 8 h. às 18 h.
Os cartórios eleitorais do Pará começam, a partir de hoje, a funcionar em horário diferenciado em função do plebiscito sobre a divisão do Pará.
Até a sexta-feira o atendimento ao eleitor será das 8 às 15 horas.
Três horas a mais que o habitual.
O prazo para alistamento eleitoral e transferência de títulos termina no dia 11 de setembro.
sábado, 3 de setembro,
o funcionamento dos cartórios e centrais de atendimento ao eleitor será
das 8h às 12h.

No período de 8 a 11 de setembro, última semana de cadastramento, o atendimento ao público será prolongado até as 18 horas.
“O importante é que o eleitor não deixe de votar de forma consciente no plebiscito porque esta é uma consulta muito importante para todo Pará”, afirmou o presidente da Justiça Eleitoral, desembargador Ricardo Nunes.
Ele ressalta que após o prazo, os serviços continuarão sendo prestados pelos cartórios eleitorais no horário normal de atendimento, no entanto o eleitor com pendências junto à Justiça Eleitoral não poderá participar do plebiscito.
Por lei, a inscrição e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos
e facultativos para os analfabetos, jovens entre 16 e 18 anos e maiores de 70.
Aqueles que completarem 16 anos até 11 de dezembro poderão votar
desde que solicitem seu título dentro do prazo previsto pela legislação.
Como obter o título eleitoral
Para obter o título pela primeira vez, a pessoa residente no Pará deve procurar o cartório eleitoral correspondente ao seu bairro,
com o RG ou outro documento que o identifique, comprovante de quitação do serviço militar e comprovante de residência.
Quem mora no interior deve procurar o cartório eleitoral de sua cidade.
Em caso de transferência, o eleitor deve apresentar RG,
comprovante de residência, título eleitoral e ainda um comprovante de que mora no domicílio eleitoral há pelo menos três meses.

O eleitor portador de deficiência física que não está inscrito em uma
Seção Especial deve solicitar transferência para uma delas,
a fim de evitar aborrecimentos no dia da votação.

O plebiscito é uma oportunidade única para definir a história da região do Pará.
O eleitor deve dizer se é a favor da criação do Estado do Tapajós e se é a favor da criação do Estado do Carajás.

Anônimo disse...

REPRESSÃO EM ITAITUBA.

Justiça de Itaituba proíbe marcha do Estado do Tapajós no desfile de 7 de setembro.

PROFESSORES, ALUNOS E PAIS ESTÃO REVOLTADOS COM DETERMINAÇÃO DA JUSTIÇA ELEITORAL

Desfile das escolas em Itaituba SOFRE REPRESSÃO
Por determinação da Justiça Eleitoral em Itaituba, as Escolas da rede pública, privada ou conveniadas foram proibidas de levar para o desfile de 7 de setembro, o tema Criação do Estado do Tapajós, não podendo exibir o número 77 que representa o sim no dia 11 de dezembro deste ano.
O anúncio foi feito na manhã de terça-feira, dia 06, nos canais de TVs de Itaituba, pelo promotor de justiça Dr. Antônio.
Mas alguns educadores questionaram a medida pelo fato de que em Santarém e em outras cidades do Pará, o tema foi livremente explorado pelas escolas que inclusive levaram banners, faixas e camisetas para a Avenida Tapajós, reforçando a idéia emancipacionista.

EM SANTARÉM, após o desfile militar de hoje, vários segmentos se reunirão em marcha pela orla pedindo apoio à emancipação da região.

O que alguns diretores questionaram é por que a Justiça eleitoral não comunicou o fato há pelo menos 15 ou 20 dias antes, já que na véspera do desfile muitos pais de alunos confeccionaram uniformes e outros materiais, sendo que agora tiveram prejuízos com a medida.

Inclusive um dos professores que considerou a MEDIDA REPREENSIVA, disse que é um contraste, exatamente no dia onde está expressa a liberdade, o grito da Independênciado Brasil, as escolas serem proibidas de expressar seu direito de opinião sobre um tema que está predominante em todo o Estado.
POR ISSO PRECISAMOS REFORÇAR O TEMA , 77 NELES.