RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 27 de novembro de 2010

SONHO DE BRIZOLA É REALIDADE NO PAÍS

Quinta-feira,  novembro de 2010 às 19:30
Brasilia - O ex-governador Leonel Brizola costumava dizer que, sem mobilização popular, não há desenvolvimento em países como o Brasil, e que é o povo organizado que construirá o desenvolvimento brasileiro. Pois o político gaúcho ficaria feliz em ver que é justamente isso que ocorre atualmente no País, com geração recorde de empregos, aumento real dos salários e participação ativa dos trabalhadores na elaboração de políticas públicas, afirmou o presidente Lula nesta quinta-feira (18/11) ao inaugurar um Centro de Referência do Trabalhador que leva o nome de Brizola.

Essa construção (do desenvolvimento) está felizmente acontecendo nos dias de hoje. E esse centro, que com toda justiça homenageia Brizola, expressa o vigor e a permanência dos ideais dos trabalhadores brasileiros.

O Centro de Referência do Trabalhador Leonel Brizola tem como objetivo preservar a memória do trabalho no Brasil e expandir o conhecimento sobre o tema, servindo de referência para pesquisas e projetos sobre o trabalho e o trabalhador do Brasil. O Centro inaugurado hoje conta com uma biblioteca, uma sala informatizada para consulta digital, dois auditórios, uma área para estudos, além de um espaço denominado Cine Trabalhador.

O presidente Lula afirmou durante sua participação no evento que havia muita coisa em comum entre ele e Brizola, bem como entre o PT e o PDT -- “quem acompanhou a relação PT-PDT e Lula-Brizola pela imprensa certamente não tem noção e não tem compreensão de quantas coisas nós tínhamos em comum. Muitas vezes o que aparecia era só a divergência”, disse, lembrando que teve o prazer de conviver não apenas com Brizola mas também com dois outros gigantes políticos do País: Miguel Arraes (PSB) e João Amazonas (PC do B).

Durante seu discurso, lembrou de alguns casos curiosos de sua relação com Brizola, como o dia em que foi pedir o apoio do ex-governador no segundo turno das eleições de 1989 e quando visitou o túmulo do presidente Getúlio Vargas em São Borja (RS)


Nenhum comentário: