RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 5 de dezembro de 2009

O SANGUE NO OLHAR DO VAMPIRO


ItaitubaNem, Peninha, muito menos Edyr Pires, menos ainda Hilton Aguiar,  também nem Wilmar Freire;  ao que parece  o nome que está se sujeitando a brigar por um espaço  para concorrer a uma vaga na Assembléia Legislativa, é mesmo o Prefeito  Municipal Roselito Soares, que  está lutando com todas suas forças políticas por desse ideal.


É fácil pressupor que toda a ausência que Roselito teve de Itaituba, no exercício de seu segundo mandato foi estrategicamente elaborado para tentar  ganhar certa notoriedade entre os políticos de expressão estadual, e não ser apenas mais um, sob os holofotes  da mídia, e sim aparecer como ícone da política de Itaituba. Para tanto Roselito traficou influências entre os demais membros da AMUT-Associação(inócua), dos municípios da Transamazônica e até com a Governadora Ana Júlia Carepa, de quem Roselito se apresenta como um apadrinhado preferencial e ainda com o prefeito cassado de Belém Duciomar.


Nunca é demais dizer que Itaituba precisa de um representante na Assembléia Legislativa do Estado, para fazer o que nunca foi feito pelo município. Já tivemos como nossos representantes no Poder Legislativo Estadual, Wilmar Freire por duas legislaturas e Aldir Viana, que salvo engano nada existe de registro que tenha sido contemplado para a região por iniciativa desses políticos.


Depois de Wilmar Freire e Aldir, nunca mais Itaituba teve a oportunidade de escolher seu representante, com mais facilidade como se apresenta agora a ocasião, ja que que toda época de eleições apareciam cirandas e mais cirandas de candidatos querendo ser a bola da vez, e aí um atrapalhava o outro. Para se ter uma idéia do desperdício de oportunidades,  somente as votações alcançadas por Peninha e Edyr Pires concorrendo a uma vaga para a Assembléia Legislativa, somaram votos que daria para eleger um Deputado Federal, e os dois morreram abraçados, dando significado prejuízo ao município que precisava tanto de um Deputado Estadual.


Roselito Soares não faz um primor de administração, dada as circunstâncias das dificuldades que se apresentam principalmente neste mandado com a crise econômica, somada a inércia de alguns secretários e assessores, que são indicados mais por jogo político que por competência profissional. Mesmo assim Roselito sai na frente com o corredor político que criou em Belém e em outros municípios que formam a AMUT, e devido o seu empenho de homem com competência em gerenciar crises políticas, assimilar críticas, e rebater porradas com afagos amargos, tem muito mais chances que os outros que gostam mais de toldar  a agua para todos beberem lama.


A Candidatura a uma cadeira na Assembléia Legislativa está mais próxima de Roselito que dos outros contumazes candidatos que mesmo  sabendo que não iriam  longe, se candidatam para se constituírem somente em plataformas de apoio em eleições estaduais subseqüentes e lograrem proveitos de cargos ou assessorias nos tempos em que as vagas estiverem só pele e osso.


Roselito vê, com o apoio sinuoso da Governadora que busca a reeleição e também quer apoio, a mesma coisa que, poder se  sentir o prazer de se ver o  sangue no olhar do vampiro.



Peninha, Edyr, Wilmar, Hilton dizem a uma só voz:
EU SEMPRE QUIS SER IGUAL AO ROSELITO!

Um comentário:

Paula e Diogo disse...

Uma abordagem séria de como realmente irá acontecer a corrida para deputado estadual, fora a guerra para a presidencia,governo e camara federal. O blogueiro inteligentemente nos desperta para uma realidade na politica de Itaituba.; Ou nos unimos ou vamos passar mais 10 anos sofrendo lamentando. Vamos analisar mais um pouco o nkme do prefeito que tambem nçao é essa coca cola, mas melhor que os outrso que fazem mais confusão que encarar um assunto tão sério.
Parabens seu Walter para o chamamento de atenção de nossa população.