RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 5 de dezembro de 2009

O NATAL DOS SAFADOS



05/12/2009 | 19:48


'Veja' revela novos vídeos do escândalo

Foto
A revista Veja circula neste final de semana com uma capa que resume a indignação dos brasileiros com a corrupção na política: "O Natal dos safados". A revista conta os detalhes da descoberta daquilo que classifica como "um dos mais repugnantes" escândalos de ladroagem da História, referindo-se à impressionante denúncia do ex-secretário de Relações Institucionais do governo do DF Durval Barbosa, sobre um suposto esquema de corrupção chefiado pelo governador José Roberto Arruda. Em sua edição onlineVeja divulga vídeos inéditos do escândalo, envolvendo o vice-governador Paulo Octavio, empresários e fornecedores do governo do DF.


Perfil do delator - Isto É - que circula neste sábado - também publica reportagem sobre Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais do governo Arruda que fez acordo de delação premiada com a Polícia Federal. O perfil, assinado por Hugo Marques e Mino Pedrosa, define Barbosa como como sujeito ousado, de sangue-frio, com relações próximas a doleiros de Brasília.
05/12/2009 | 00:00
A vida é bela
A expectativa de vida dos brasileiros aumentou para 72,8 anos, diz o IBGE. Alguém com 60 ainda tem uns doze para ver mais roubalheira...

05/12/2009 | 00:01 Ex-mulher é para sempre: Mariane acusa Arruda de corrupção e teme seu suicídio

FotoMARIANE AGORA É ALIADA DE RORIZ, INIMIGO DE ARRUDA. - A atriz Mariane Vicentini, ex-mulher do governaor do DF, José Roberto Arruda, concedeu uma entrevista a Mino Pedrosa, da revista IstoÉ, que é pura nitroglicerina. Ela o acusa de usar dinheiro da corrupção para acumular patrimônio e ironiza o súbito interesse dele por cavalos: "ele comprou um haras e deu ao nosso filho um cavalo puro-sangue". Revelou que o acordo de sua separação rendeu a ela R$ 15 milhões e a casa onde moravam, avaliada em R$ 2,8 milhões, foi registrada em seu nome após uma operação triangular. "Ele se aliou a pessoas que são sujas e perigosas, e há muito mais para ser investigado", acusou. Mariane contou que, na campanha de 2006, quando ela se ausentava, assessores como Durval Barbosa e Fábio Simão apresentavam mulheres a Arruda e gravavam tudo, para chantageá-lo depois. "Até o carro usado por Arruda na campanha foi todo grampeado pelo Simão", diz ela. Apesar da mágoa e de sua ligação a Joaquim Roriz, adversário de Arruda, ela teme pelo ex-marido: “Ele pode até se suicidar. Não duvido disso. Na crise do painel do Senado, esteve próximo do suicídio. Seu comportamento é variável: ora eufórico, ora depressivo. Toma remédios controlados e pode acontecer uma tragédia”.
Deu no claudiohumberto.com




Nenhum comentário: