RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

segunda-feira, 13 de julho de 2009

TANCREDO E O BARBEIRO

Promotor, Tancredo Neves foi a uma barbearia, em Andrelândia (MG):
- É o dr. Tancredo?, perguntou o barbeiro, enquanto afiava a navalha.
Só aí ele reconheceu aquele a quem, nove anos antes, em São João Del Rey, ajudara a condenar a 18 anos de cadeia pelo assassinato da mulher.
- Cumpri 9 anos e estou aqui com a navalha e o senhor aí, com sua barba...
Tancredo mudo, em pânico, e o barbeiro filosofando, enquanto trabalhava:
- Que coisa bonita é um júri, hein, dr. Tancredo?...
Nunca uma barba demorou tanto a ser feita, até que Tancredo se despediu dando ao barbeiro uma generosa gorjeta, única em sua vida de muquirana.

Nenhum comentário: