RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

segunda-feira, 25 de maio de 2009

VEM AÍ A BOLSA MISERÊ OU BLÊFO


Ivo Lubrinna e Sérgio Aquino alertam: órgãos ambientais ameaçam parar a economia de Itaituba e região.

Os mineradores da região de Itaituba acenderam o farol de cor laranja depois que o Ibama interditou, na semana passada, o trabalho de pesquisa que a mineradora Kinross realizava no garimpo do Patrocínio, dentro da APA Tapajós, em Itaituba.



O órgão também revogou o ofício que cancelou a interdição da Chapleau, empresa que também fazia pesquisa na região do garimpo Dois Coringas, localizado em área fora de qualquer zona de interdição ou impedimento. A empresa, segundo o Sindicato dos Mineradores do Oeste do Estado do Pará (Simioespa), também foi multada em R$15 milhões.



A justificativa apresentada pelo Ibama para as interdições e multas é a falta de licença ambiental para pesquisa. E é aí justamente que reside o problema maior: quem deveria emitir as licenças é o Instituto Chico Mendes, mas este se recusa a fazê-lo.



Em outras palavras: os órgãos ambientais engessaram a atividade minerária na região do Tapajós, estão causando o fechamento de dezenas de garimpos e mineradoras, deixando milhares de trabalhadores sem emprego ou ocupação e jogando mais uma vez a região no caos econômico e social.



Sérgio Aquino e Ivo Lubrinna, diretores do Simioespa e da Associação dos Mineradores de Ouro do Tapajós (Amot) estão indignados com a ação dos dois órgãos e dispostos a reagir. Por isso solicitaram nova reunião, agora em Brasília, com representantes dos ministérios das Minas e Energia (MME), Meio Ambiente (MMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ibama e do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), além do Serviço Florestal Brasileiro (SFB).


Mas é preciso que outros segmentos econômicos, sociais e políticos de Itaituba e região se juntem ao Simioespa e à Amot nessa luta. A intervenção dos órgãos ambientais, se mantida na forma e no ritmo atuais, vai destruir a economia de Itaituba e da região. As duas entidades aparecem sozinhas nessa luta

Fonte: Blog do Piteira


-------------------

Remendo RP

Deve ser criada outra alternativa econômica para a região: Bolsa miserê ou Bolsa Blêfo

Nenhum comentário: