RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 24 de abril de 2009

PODER LEGISLATIVO EM FOCO


PODER LEGISLATIVO REALIZA 2ª SESSÃO ORDINÁRIA DO MÊS DE ABRIL

Jacareacanga - Contando com a participação de todos os Vereadores, que formam o Poder Legislativo do Município; presidida pelo Presidente da Câmara Municipal Raimundo Santiago (PT), foi realizada nesta data (24) a 2ª Sessão Ordinária do mês em curso que teve os seguintes destaques principais:

Adonias Kabá (PSDB) referiu-se sobre a valorização dos profissionais de educação, que não devem somente ser valorizados através de pagamento ou suas respectivas formações e aptidões, e sim deve o aluno receber a contribuição dos pais e responsáveis para suas formações e aplicações, pois entende que a verdadeira educação começa em casa. Propôs, entretanto que a Legislação que rege Cargos e Salários do profissional da educação seja discutida, pois acha-se defasada.

Izaias Kirixi (PMDB) Reportou-se sobre o Dia do Índio e suas comemorações realizada na Aldeia Katõ, e que lamentou não ter tido uma cobertura, para se elaborar um documentário sobre a cultura Indígena, que visasse contribuir para se perpetuar a memória de seu Povo, e que na manifestação ocorrida se fizeram presentes através dos indígenas, o glorioso passado de sua gente, que enriquece a cultura Munduruku.

Carlos Augusto – Amazonas (PDT) Deu conhecimento aos seus pares e populares da assistência, que o Cartório do Único Oficio de Jacareacanga, encontra-se na iminência de cerrar suas portas devido a demanda de trabalhos que deveriam dar sustentabilidade através de receita não cobrirem as despesas eventuais de funcionamento, e recordou que em gestões passadas a prefeitura assumia a responsabilidade pelo pagamento de recursos humanos para a manutenção do funcionamento cartorial. Recordou o Edil, que seria um prejuízo imensurável para os munícipes o fechamento do Cartório

Acélio (PT) Discorreu sua fala sobre a exposição de lixos em vias públicas às proximidades do Prédio do Poder Judiciário, e da deficiência no trabalho do Conselho Tutelar que se ressente da falta de uma viatura para a execução de seus trabalhos, comentou ainda sobre a segurança pública do município que segue desguarnecida de melhor atenção por parte do Estado, que sequer encaminha para este município uma viatura para os trabalhos ostensivos de policiamento. Disse que o vandalismo impera na cidade, e logradouros públicos são depredados por falta de um trabalho mais eficiente de segurança pública e patrimonial, acrescentou que parte da cidade está às escuras e isso concorre para colocar risco maior às pessoas que transitam nas ruas.

Raimundo Santiago (PT) Em sua reportagem disse que a cidade está sendo freqüentemente limpa e está havendo um acompanhamento de limpeza sempre, e considera que muitos dos moradores contribuem para se estabelecer situações vexatórias pois mesmo tendo coleta de lixos regular, jogam lixos em via pública. Acrescentou que um dos maiores problemas enfrentado pelo Poder Executivo foi a herança advinda da gestão anterior, já que os poucos equipamentos deixados foram dilapidados e estão em recuperação e alguns mesmos considerados inservíveis. Citou que o equipamento que parecia o único em boas condições que seria Pá Carregadeira, necessita de recuperação mecânica que atinge a cifra de R$ 70 mil para sua total recuperação. Sobre a reclamação do Edil Acélio sobre iluminação pública, falou que o trabalho está em inicio de execução para a recuperação total. Sobre o vandalismo praticado na cidade, acreditada ser pela ausência costumeira do titular do MP e Juiz da comarca, e ainda a inexistência da Policia Civil que é a encarregada de efetuar inquéritos e encaminhar à justiça. Sobre a perambulação de menores e adolescentes disse que falta maior atuação do Conselho Tutelar e concluindo disse que é comprovado que a sede do município é um corredor de passagem de entorpecentes, e crê que alguns policiais em momento passado eram coniventes com esse tráfico.

Hans kabá (PMDB) - Referiu-se sobre a semana dos Povos Indígenas, e que em particular em Jacareacanga, sente-me como os demais indígenas que completam o Poder Legislativo discriminados, pois toda a organização alusiva à comemoração do Dia do Índio os mesmo são totalmente excluídos da coordenação de organização. Acrescentou à sua fala que a Secretaria de Educação tem que cumprir com fidelidade o que dispõe a Legislação legal, que preconiza que a Educação Indígena seja aplicada de forma diferenciada e especifica.

Gerson Manhuary (PT) - Justificou sua ausência dos trabalhos camerais na pretérita sessão, devido encontrar-se em Terra Indígena, à convite de diversas Aldeias, e que todo o custeio de sua viagem deu-se por conta dos indígenas sem onerar a Prefeitura, e que nesses contatos, pode observar a Organização Social do Povo Munduruku do Teles Pires muito à frente de sua expectativa, e isso conclui ser benéfico pois os índios estão cerrando fileiras para se contraporem ao Projeto da Hidrovia Tapajós Teles Pires. Sobre alguns aspectos de interrelacionamento com o Poder Executivo, disse que a falha em suas respectivas atuações de alguns secretários ou servidores municipal atinge frontalmente a figura do prefeito, e é por isso que pessoas que não se enquadram em trabalhos de favorecimento aos direitos da população devem ser substituídos, pois o PT (Partido dos Trabalhadores) não se alinha com a percepção dos trabalhadores com baixos salários, com ignorância e defende o respeito à população.

Foi discutido ainda com a assistência, por deferência especial do senhor Presidente Raimundo Santiago a questão atinente a Hidrovia Teles Pires Tapajós e construção de hidrelétricas, porém ao final do expediente da Ordem do Dia, o Presidente do Poder Legislativo, disse que isso deveria estar em pauta para ser discutido em audiências publicas que breve serão instaladas também nesta cidade.

Post Thiago Tertulino

Nenhum comentário: