RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

A VITÓRIA DE UM DERROTADO

ATITUDE INFANTIL, DE MOLEQUE OU INSANA
Muitos se perguntam o porquê da missão impossível de Eduardo Azevedo em querer a todo custo, contrariando os sãos princípios da moral e da razão, contrariando a legislação eleitoral, ser candidato na marra a Prefeito em Jacareacanga.

Quantidade superior a 1.700 pessoas, acreditando nas “verdades” de Eduardo Azevedo mesmo contra as evidências que estava impugnado e a certeza absoluta que esses votos seriam considerados nulos e extintos votaram no capo do PMDB de Jacareacanga, para depois ficarem indignados e revoltados por tomarem conhecimento que foram ludibriados, e que votaram em vão acreditando nas “verdades” proferidas e inventadas por Eduardo.

Além de ser fora de propósito essa ação infantil para não se dizer moleque dessas de enganar um povo, já ressabiado por uma má administração quando foi prefeito, a massa de manobra que Eduardo constituiu hoje mostra-se incapaz de analisar o que ocorreu na cabeça desse homem que se perde no tempo pensando que é um coronel nordestino e que é o dono da vida e da morte das pessoas de Jacareacanga.

Eduardo Azevedo foi com justiça impugnado por apropriação indébita de recursos federais que não aplicou na atividade para a qual se destinava, e isso já era motivo suficiente, para que tivesse sua candidatura impugnada, pouco tempo depois outra nodoa apareceu na já manchada biografia do político, deixou de votar em duas ocasiões sem justificar as razões e ainda não pagar a multa devida.

Um homem que sempre pensou fazer tudo que lhe desse na telha hoje tem muitas respostas a dar às pessoas que enganou com fantasiosas promessas, e que teria condições legais de ser candidato. Sempre se intitulava o Rolo Compressor da região para intimidar correligionários e fazer tremer opositores e tinha uma frase de efeito que sempre dizia na frente de seus aliados, como aviso prévio a todos: -Vou deixar esse Filho da Puta à pão e água...

Hoje o homem e político Eduardo Azevedo, encontra-se arrasado moralmente por ter mentido sordidamente para seus eleitores, arrasado por trupicar em enormes problemas econômicos e financeiros, se sente vitorioso pelo insucesso (até agora) de Carlos Veiga na eleição de Jacareacanga.

Mesmo derrotado nas eleições e moralmente acabado politicamente sente-se vitorioso por achar que tirou Carlos Veiga do páreo; e permite que seus sequazes declarem que tudo o que fez foi para tirar a prefeitura de Carlos Veiga! Vejam só, a coisa parece cômica se não fosse trágica, como pode uma pessoa chegar ao clímax com o membro de outra?

Temos mais coisas, se essa ação provocar uma reação (até se espera isso), vamos falar dos imóveis que a prefeitura construiu e hoje estranhamente,não pertencem ao patrimônio municipal. Que coisa né?!
Eis a vitória de um derrotado.
Para Eduardo Azevedo os palanques não vão ser desarmados, pois seus asseclas teimam em querer me intimidar através da net e até telefones. E se fazem isso é com o beneplácito do Patrão, pois não ousariam fazer algo que ele não quisesse... eles não seriam malucos! - contrariar o chefe? Jamais!!!

Nenhum comentário: