RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

DESALMADOS DESESPERADOS

Prefeito de Almerim é vítima de atentado
Edição de 02/10/2008 O Liberal

ALVOS
Três tiros atingiram o veículo que levava Gangor e mais duas pessoas

O prefeito de Almerim e candidato à reeleição, Gandor Hage (PR), foi vítima de um atentado, às 23h da última terça-feira. Dois homens não identificados, usando uma moto, fizeram disparos contra o carro em que o prefeito estava, acompanhado do motorista José Armilton de Souza e do amigo Marcílio Barbosa dos Anjos. Em Almeirim, o próprio juiz da 55ª Zona Eleitoral, Clênio Corrêa, também já recebeu ameaças de morte.

O atentado aconteceu quando Gandor Hage se dirigia à casa de um amigo. Ele percebeu a aproximação da moto e desconfiou da intenção dos dois homens. Quando a arma foi sacada, Gandor só teve tempo de alertar os demais ocupantes do carro e se abaixar.

Foram disparados três tiros, mas nenhum atingiu os passageiros. Algumas vidraças do carro ficaram estilhaçadas. Após os disparos os dois homens fugiram na moto. Gandor Hage registrou a ocorrência na Delegacia de Almerim.

No mês passado, o prefeito de Almerim denunciou que estava sendo ameaçado de morte e deu entrada na 55ª Zona Eleitoral de Almerim, com pedido de providências, para resguardar sua integridade física. Gandor informou que nos dias 12, 13 e 14 do mês passado, recebeu ligações de números não identificados (confidencial) com ameaças de morte.

LIGAÇÕES
O prefeito de Almerim revela que, em uma das ameaças, o interlocutor disse: 'Se tu escapares da Justiça, não escaparás das minhas balas'. Em outra ligação anônima, recebeu o seguinte aviso: 'Se você se der bem com a Justiça, vai se dar mal com a gente'. Outra ameaça recebida por telefone dizia: 'Tu podes até escapar da Justiça, mas não de um 38 (referência a um revólver calibre 38).'

No documento que protocolou na 55ª Zona Eleitoral de Almerim, o prefeito pediu que fosse oficiado ao Comando Geral da Polícia Militar, em Belém, e ao Comando Regional da PM em Santarém, dando ciência do fato e solicitou que fosse autorizada a designação do cabo PM Miranda para fazer sua seguraça pessoal.

No documento, o gestor também pediu que o juízo da 55ª Zona Eleitoral de Almerim oficiasse ao Tribunal de Justiça do Estado (TJE) e ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no sentido de dar ciência sobre a situação e fez apelo para que as medidas requeridas fossem adotadas em caráter de urgência, em decorrênica da gravidade do caso.

Nenhum comentário: