RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 7 de outubro de 2008

BRINCANDO NOS CAMPOS DO SENHOR

A PARTICIPAÇÃO DOS MEMBROS DAS IGREJAS EVANGÉLICAS NA ELEIÇÃO EM JACAREACANGA
JACAREACANGA - mesmo com a isenção dos pastores de algumas Igrejas Evangélicas da cidade de Jacareacanga, que sabidamente (?) transferiram a responsabilidade de entendimentos politicos a seus representantes, a participação desse bolo de eleitores, mesmo sendo pequeno, de certo ponto merece receber severas críticas essas denominações; muito pelos manipulados representantes das Igrejas, de extrapolarem os limites da inteligência e colocarem falsas "visões ou premonições" em suas conclusões quanto o desenrolar de quem seria eleito prefeito naquela cidade.


Uma das Igrejas mostrou como virtualmente eleito determinado candidato pois mesmo sendo católico era uma pessoa fiel aos principios Divinos, mesmo se assentando e orando e fazendo-se acompanhar por um religioso que outra denominação julgava ser Macumbeiro, e dai essa denominação execrou o candidato que fantasiaram ser diabolico e outra Igreja o acolheu.


Outra denominção contrariando as duas primeiras, através sempre de representantes, estendeu apoio explicito, a outro candidato que é apegando, e isso é de dominio publico às evidências do que resultam das cartas de tarot, ou um baralho cigano e para reforçar a devoção a uma Santa da Igreja Católica.


Quer pecado maior? até o candidato impugnado por malversação de recursos financeiros destinados a edificações de saneamento às comunidades Indigenas também estava no rol das revelações de evangélicos que seria eleito. Pode?


Seguindo esse princípio de fantasias e "revelações inventadas" todos os candidatos tinham como certa a vitória se fossem acreditar nas revelações que alguns evangélicos tiveram, e aí como fica a credibilidade das tão decantadas revelações que são mostradas nas igrejas?


A lição mostra que a Igreja verdadeira de Jesus Cristo, deve-se abster de entrar ou misturar-se com a político partidária, sob pena de perder credibilidade e rumar por trilhos contrários aos preceitos bíblicos e um deles é o de colocar em rota de colisão os próprios membros, que professam ideologias politica diferentes.


Um caso rumuroso de traição ocorrida em Jacareacanga, deu-se por parte de um cidadão evangélico membro ativo e reconhecido de uma determinada Igreja, que ao ouvir conversas sobre revelações que teve determinada anciã, de quem seria o eleito; por oportunismo, traiu seus princípios morais e foi banquetear-se com seu adversário tido e havido na revelação que ele seria eleito. Ao final, seu novo candidato não teve nem chance de concorrer pois estava impugnado pela Justiça Eleitoral.


ESTÃO BRINCANDO NOS CAMPOS DO SENHOR!
QUAL A ALMA QUE PAGARÁ POR ESSAS INVENCIONICES?

2 comentários:

Anônimo disse...

parabens pélo post muito bom

Abs!
Faculdade Teológica

Anônimo disse...

FACE AS INFORMAÇÕES PRESTADAS À POPULAÇÃO JACAREACANGUENSE, ATÉ O PRESENTE MOMENTO NÃO SE SABE: OU O POVO DE JACAREACANGA É BURRO MESMO OU COMO DIZ O JARGÃO, O JACAREACAGUENSE É TAÕ BOM QUANTO SEU VOTO.
VOTAR EM EDUARDO AZEVEDO FOI CONFIRMAR A FORÇA QUE OS CORRUPTOS TEM NO BRASIL, VOTAR EM RAULIEN É SUPLANTAR A IDIOTICE, POIS RAULIEN SÓ VAI À JACAREACANGA DE QUATGRO EM QUATRO ANOS,
SEI LÁ....
ACHO MESMO QUE O POVO DE JACAREACANGA SEMPRE TEVE O GOVERNO QUE MERECE!
E AGORA VÃO SOFRER PRA DEIXAREM DE SER IDIOTAS