RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

sábado, 28 de junho de 2008

ROBERTO DINAMITE VENCE ELEIÇÃO NO GIGANTE DA COLINA

Publicada em 28/6/2008 às 2:48
Dinamite é o novo presidente do Vasco
Conselheiros ratificam o voto dos sócios. A vitória na eleição foi por margem maior do que a projetada antes da reunião
Roberto Dinamite foi eleito na madrugada deste sábado presidente do Vasco para um mandato de três anos, na sede náutica cruzmaltina, localizada no bairro da Lagoa, zona sul do Rio de Janeiro (RJ). Por 140 votos a 103, a chapa Branca, de oposição, foi confirmada vencedora da corrida eleitoral do clube pelo Conselho Deliberativo.

A posse do novo presidente acontece no dia 1º de julho. Até lá, o presidente interino do Vasco é Eurico Miranda. Neste sábado, às 18h20min, o time de futebol recebe em São Januário o Ipatinga pelo Campeonato Brasileiro.

A reunião, que estava marcada para começar às 20h, começou apenas por volta das 21h15min. Muitos torcedores acompanharam do lado de fora a decisão sobre a nova diretoria vascaína e o policiamento do local foi reforçado deste as primeiras horas da noite de sexta-feira.
A primeira votação, para eleger o novo comando do Conselho Deliberativo, foi realizada em três urnas eletrônicas. Votaram primeiro os conselheiros natos e depois os eleitos no pleito realizado no dia 21 de junho, por determinação judicial e boicotado pela situação.

Houve muita polêmica durante a votação, especialmente por questionamentos do presidente interino do Vasco, Eurico Miranda, e um de seus filhos, Eurico Ângelo Miranda, conhecido como Euriquinho. A principal divergência foi sobre a lista de eleitores aptos.
Ele foi fornecida pelo clube à Justiça baseada nos sócios que poderiam votar na eleição de 2006 - a eleição atual acontece porque a de dois anos foi anulada devido a fraude. A situação reclamou devido a presença de nomes de sócios mortos na lista e do impedimento de alguns beneméritos, que não poderam votar pois seus nomes não constavam na listagem.

O momento mais quente da noite foi uma discussão entre Eurico Miranda e Roberto Dinamite. Eles discutiram asperamente justamente devido a questão da lista. Exaltado, Eurico discutiu durante toda a noite com os integrantes da mesa e com conselheiros oposicionistas.
Pouco antes da uma hora da madrugada foi encerrada a primeira votação: a chapa oposicionista levou a diretoria do Conselheo Deliberativo por 146 votos a 113. Com isso, os oposicionistas vibraram bastante e os situacionistas desanimaram, pois este eram um indicativo de como seria a eleição para a presidência.

João Carlos Osório assumiu a presidência e deu prosseguimento ao pleito. Para abreviar o pleito, decidiu-se que os conselheiros votariam, na mesma chamada, para o Conselho Fiscal e para a presidência do Vasco. Além disso, eles passaram a ser chamados por ordem alfabética e não mais pela distinção entre natos e eleitos.

A votação transcorreu com tranqüilidade e, antes mesmo de seu final, Eurico Miranda concedeu entrevista recenhecendo a derrota e Roberto Dinamite foi cumprimentado pelo adversário na luta pela presidência, Amadeu Pinto da Rocha.

Por volta das 2h30min da madrugada deste sábado foi anunciado o resulatado oficial.
A nova diretoria do Vasco é formada por Roberto Dinamite na presidência, Luso Soares da Costa como primeiro vice-presidente e José Hamilton Mandarino como segundo vice geral. Olavo Monteiro de Carvalho já assume a presidência da Assembléia Geral do Vasco.

Nenhum comentário: