RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

domingo, 25 de maio de 2008

SEGURO DESEMPREGO: um direito do trabalhador ameaçado por má gestão e corrupção no Governo Federal

Governo já estuda limitar benefício do seguro-desemprego
Fonte: Folha Online
A escalada de gastos do governo com o pagamento do seguro-desemprego já inspira estudos para restringir o alcance desse benefício. O governo recalculou as despesas previstas para este ano com o seguro-desemprego, de R$ 13,8 bilhões para R$ 15 bilhões, o que torna esse benefício o segundo programa social mais dispendioso para a União, atrás somente da Previdência Social, e supera o BPC (Benefício de Prestação Continuada) e a Bolsa-Família.
A expansão do seguro-desemprego, devido à maior formalização do mercado de trabalho, não é motivo de comemoração na área econômica do governo. O ritmo de crescimento desse benefício supera o dos demais programas vinculados ao mínimo e se equipara ao dos investimentos, considerados prioridades neste segundo mandato do presidente Lula.
O QUE CARCOME A POLÍTICA DO SEGURO-DESEMPREGO É A CORRUPÇÃO NO GOVERNO PETISTA, VEJA:
PF prende sete em MG por fraude de R$ 18 milhões no seguro-desemprego
Fonte: Folha Online
A PF (Polícia Federal) desarticulou nesta terça-feira em Uberlândia (MG), em uma operação intitulada "Pleno Emprego", contra um grupo especializado em fraudar recursos do seguro-desemprego. Sete pessoas foram presas --a estimativa é de desvio de R$ 18 milhões em cinco anos.
Segundo a PF, 60 policiais foram mobilizados para cumprir sete mandados de prisão e seis de busca e apreensão.
A quadrilha, composta por advogados, contadores e servidores públicos, usava empresas inativas para inserir empregados fictícios e gerar pagamento de parcelas do seguro-desemprego de vínculo empregatício inexistente.
Segundo o delegado Marinho Silva Rezende, as investigações começaram há três meses. Entre os presos estão dois funcionários do Ministério do Trabalho, apontados como facilitadores da inserção de dados falsos no sistema do seguro-desemprego.

Nenhum comentário: