RASTILHO DE PÓLVORA ESTÁ ACESO

terça-feira, 15 de abril de 2008

NENECA: SÍMBOLO DE ALEGRIA E AMIZADE







PASSARELA Vs. LEÃO DE SINHÁ



Em meados dos anos 80, normalmente antes dos clássicos do futebol Itaitubense, nas áureas tardes de domingo em que América, Auto e Itaituba se destacavam das outras equipes nos campeonatos de futebol; nas preliminares preliavam em partidas pouco amistosas, Passarela, time do folclórico Neneca, devido na época sentir e declarar que tinha o mesmo estilo clássico e seguro que o zagueiro argentino Daniel Passarela, e o time do Leão de Sinhá, filho da Sinhá (vendedora de tacacá) já falecido. Os jogos terminavam sempre em vias de fato pra nao dizer porrada! e depois dos disse-me-disses um mediador levava as equipes para um boteco e havia a já tão esperada reconciliação até o jogo seguinte. Nesse cenário de saudosismo, ainda temos entre nós o cinqüentão ARIVALDO DOS SANTOS CARNEIRO, Neneca, que através de seu apurado senso de humor, diz que é comerciante do ramo de bebidas(?), vendendo refrigerantes e cervejas; e perguntado como é o perfil de sua clientela, após uma sonora gargalhada, pergunta: Que porra é essa de perfil? Tu quer saber quem são meus fregueses? Meus fregueses são muitos, vão de kengas ao juiz da cidade até pastor e padre compram de mim, só que não vendo fiado, já peguei muito furo no trampo...agora comigo é: dinheiro na mão, calcinha no chão. Figura sempre querida por todos, Neneca se expõe com alegria e faz a alegria da galera em festivais que ocorrem em nossa região, mas destaca-se sempre travestido de odalisca nos carnavais da cidade onde brinca os dias de folia sem esmorecer; indagado se pensa em sair de Itaituba para morar em outra região, desconversa e diz que esta cidade é sua vida, e que mora a mais de 30 anos com a família Figueira (Diomar) onde a matriarca da família Figueira o trata como se fosse um filho. Sobre Itaituba, acrescentou, que é sua terra natal e que já conheceu Belém certa vez, e que também conhece Jacareacanga e gostou de lá, pois chegou em um cabaré, e viu as kengas iguais as vacas do Juarez da Jandaia: - Tudo gordona. –Tinha cada kenga desse tamanhão (fez um gesto com os braços) a mulherada la é bem tratada... comem pra burro... deram pra mim de graça. Sobre pessoas importantes em sua vida, destaca várias, entre as quais a Matriarca da Família Figueira, Dr. Diniz que o salvou em uma complicada cirurgia, “seu Jesus-ele era sério demais, não ria pra ninguém, mas comigo o velho se abria... se o Ary Toledo fosse viver de vender disco pro seu Jesus tava f... pois o velho não era de rir não! Falou do Walterley que sempre o ajudou quando morava em Itaituba e com lagrimas nos olhos, recordou da Samara, o grande amor de sua vida que perdeu para um -fidumégua do garimpo da rasteira, diz com outra sonora gargalhada. –A Samara caiu muito cara, ta com um peão barrela. – mas se ela me quisesse...ora a gente ficava novamente, a bicha é gostosa pra c...

Localização do Bar do Neneca: qualquer esquina, -de preferencia onde tenha moagem.... acrescenta ele. O Bar é uma caixa surrada de isopor.

Nenhum comentário: